Partilhe nas Redes Sociais

PUB

Ciber Sec Congress

SAS Portugal fecha o ano a crescer e inicia 2017 a distinguir parceiros

Publicado em 3 Março 2017 | 653 Visualizações

Os números globais apurados refletem um crescimento de 9% nas novas vendas de software (percentagens calculadas em valor corrente). Em Portugal, o crescimento no número de novos licenciamentos foi de 15,7%, um valor que ficou acima da média do mercado, garante o Instituto.

Sobre o ano que passou, a empresa destaca no mercado local o fortalecimento das «parcerias estratégicas […] estimulando cada vez mais os negócios através dos parceiros». Fernando Braz, diretor executivo do SAS Portugal, também sublinha que 2016 foi um ano de mudanças para a equipa local, que estreou novas instalações nesse período, à procura de «um ecossistema de trabalho agradável e que promove o trabalho de equipa e o relacionamento com os clientes», define.

Nos planos do Instituto para 2017 em Portugal, a estratégia passa pela manutenção do foco nas áreas tradicionais, onde se destacam as soluções analíticas, gestão de dados, conhecimento do cliente e gestão de risco. A par disso, o objetivo é ganhar espaço no domínio das soluções de fraude e identificar oportunidades em novas áreas, como a indústria, serviços ou Administração Pública.

O posicionamento local está alinhado com a estratégia global da companhia, que promete continuar a inovar nas suas áreas core, incluindo a analítica, o customer intelligence e a fraude, enquanto explora o SAS Viya, a inteligência artificial, a cloud e o IoT, outras campos onde prevê forte investimento.

Em termos globais, as receitas da empresa cresceram em todas as geografias e nas principais tecnologias disponibilizadas pela empresa, como o Data Management, Analytics e Business Intelligence, mas foi na Ásia-Pacifico e América Latina que o avanço foi mais significativo. Em comunicado, a empresa explica que isso aconteceu porque os clientes nestas regiões «adotaram práticas mais estratégicas de analítica».A indústria, banca, Administração Pública e ciências da saúde/vida foram as áreas que cresceram mais.

Em 2016 o SAS, que controla 31,6% do mercado de analítica avançada e preditiva, ganhou 3 mil novos clientes, aumentando o número de sites de clientes SAS para 83 mil em todo o mundo.

Parceiros 2016 distinguidos pelo SAS

A assinalar o fecho que ano a empresa reuniu os parceiros e distinguiu os que considerou melhores. A TimeStamp, integrador de serviços de base tecnológica, foi escolhida como Parceiro 2016.

O prémio Projeto de Maior Valor 2016 foi para a GSTEP, especialista na implementação de soluções de Business Intelligence e a consultora Mind Source ganhou o Prémio Inovação 2016.

O Melhor Projeto de Risco 2016 foi atribuído à Deloitte e o Melhor Projeto de Costumer Intelligence 2016 foi para a Accenture.


Publicado em:

Negócios

Partilhe nas Redes Sociais

Artigos Relacionados