Partilhe nas Redes Sociais

PUB

GMV: Innovating solutions in Cybersecurity

A digitalização está a mudar a forma de fazer negócio

Publicado em 4 Dezembro 2015 | 139 Visualizações

 

Steve Tzikakis, senior vice president e director-geral da SAP para a Europa do Sul entende a realidade das empresas portuguesas e reconhece a sua capacidade de reacção aos desafios da digitalização que lhes estão a ser colocados. Prova disso, Tzikakis diz ser a forma como Portugal conseguiu sair da crise de uma forma muito mais ágil do que outros países europeus na mesma situação. «Tem tudo a ver com a capacidade de reacção das empresas portuguesas», assegura o responsável.

 

Segundo ele, as empresas estão a começar a entender que para alcançar os benefícios da digitalização têm de introduzir inovação e simplificação nos seus processos e modelos de negócio. Esse deverá ser o caminho para a transformação e para enfrentar as mudanças que estão a acontecer no mercado. «Os negócios que não inovarem de forma disruptiva serão ultrapassados. Os gestores portugueses sabem disso e é por isso que estão a agir muito mais rapidamente do que os seus congéneres europeus», reconhece Steve Tzikakis.

 

Para darem passos no caminho desta digitalização, que não deixa nenhuma empresa de fora, o senior vice president e director-geral da SAP para a Europa do Sul garante que é preciso ter em mente que «one size doesn’t fit all» e que é preciso os gestores compreenderem como a era digital está a alterar os modelos de negócio e que soluções são mais adequadas às suas necessidades.

Embora identifique vários estágios de desenvolvimento na maturidade digital das empresas portuguesas, este responsável diz que os gestores não devem temer a digitalização, mas sim procurar compreende-la e adoptá-la. Para ele o primeiro passo deverá ser sempre o de simplificar os processos internos e avançar depois de forma faseada sustentando a mudança nos novos paradigmas tecnológicos que marcam a era digital, como sejam a IoT, a analítica, o big data ou a cloud. «A SAP tem a experiência, o conhecimento e o ecossistema tecnológico para os apoiar nesta transformação, de forma faseada», destaca Tzikakis.

 

Segudo ele, é importante que os gestores percebam que isto na digitalização não é uma moda, mas sim uma nova forma de fazer negocio que está a implantar-se. «Muitos deles já perceberam que o digital já está embebido nos negócios e que falar em negócios digitais vai começar a não fazer sentido, serão simplesmente negócios», sustenta o executivo.

 

 

Marcar pontos no mercado global

 

A estender o ecossistema de parceiros para lá dos revendedores e dos integradores, Tzikakis garante a SAP está comprometida em consolidar uma rede com novos parceiros que reforcem as oportunidades no sector financeiro, de retalho e de viagens.

Posicionando-se para ganhar mercado aos concorrentes, Steve Tzikakis admite que a posição global da companhia está em sintonia com o mercado igualmente global em que se desenvolvem os negócios actuais e que os concorrentes que não souberam reinventar-se começam a perder terreno.

 


Publicado em:

Atualidade

Partilhe nas Redes Sociais

Artigos Relacionados