Partilhe nas Redes Sociais

Altice e Huawei assinam parceria para IoT

Publicado em 3 Março 2017 | 1103 Visualizações

O memorando de entendimento assinado entre o Grupo Altice e a Huawei visa criar um ecossistema para acelerar a inovação na Internet das Coisas. É um tema recorrente já que há cada vez mais empresas a formalizarem colaborações e parcerias estratégicas para materializar as promessas da era IoT. A Altice e a Huawei querem ver criados novos serviços neste âmbito, de forma mais rápida.

«Há um legado de inovação e pioneirismo nas redes móveis que é agora reforçado com este importante passo», afirmou Alexandre Fonseca, CTO da PT.

O acordo compreende a colaboração entre as duas empresas para a implementação de um ecossistema de desenvolvimento de soluções IoT inovadoras. Falam de áreas-chave como a telemetria, automação industrial, agricultura e monitorização ambiental. Em Portugal vai nascer o Laboratório IoT, através da PT, que beneficiará todas as empresas do Grupo. Aqui serão desenvolvidos novos modelos de negócio, através de processos de experimentação tecnológica, prototipagem de serviços e desenvolvimento de soluções e equipamentos.

Alexandre Fonseca, assume que este é «mais um compromisso com o país e com os clientes, numa aposta do Grupo Altice, no investimento em tecnologia que irá viabilizar o desenvolvimento de serviços cada vez mais inovadores e orientados a melhorar o dia-a-dia das pessoas, como os conteúdos em mobilidade, a Internet da Coisas e a Indústria 4.0».

A PT em Portugal e a SFR em França, o Grupo Altice e a Huawei vão explorar a tecnologia Narrow Band IoT (NB-IoT), comprometendo-se a colaborar na implementação de uma rede de NB-IoT end-to-end. Esta rede vai disponibilizar uma melhor cobertura e capacidade para interligação massiva de dispositivos.

Chris Lu, CEO da Huawei Technologies Portugal, congratulou-se pela parceria e garantiu ser com «uma enorme satisfação» que assinam o Memorando de Entendimento com a Portugal Telecom que permitirá «potenciar o desenvolvimento de novas soluções bem como incentivar e potenciar o crescimento de novas oportunidades de negócio».


Publicado em:

Mobilidade

Partilhe nas Redes Sociais

Artigos Relacionados