Partilhe nas Redes Sociais

PUB

GMV: Innovating solutions in Cybersecurity

B2B vai representar 24% do mercado de realidade virtual em 2021

Publicado em 12 Abril 2017 por Ntech.news - Rui da Rocha Ferreira | 220 Visualizações

Realidade virtual

Se atualmente o mercado da realidade virtual está acima de tudo focado na vertente de consumo, este é um cenário que vai mudar de forma considerável nos próximos cinco anos. De acordo com a análise da consultora Greenlight Insights, em 2021 o segmento de B2B vai ser responsável por 24,2% do toda a faturação deste segmento tecnológico.

O valor é bastante significativo pois além do forte peso que o B2B vai ter, será o segundo principal motor de faturação, ficando apenas atrás da venda de óculos de realidade virtual – um segmento que representará sozinho 58% das receitas.

A consultora prevê que em 2021 o mercado de realidade virtual venha a valer 75 mil milhões de dólares em todo o mundo, um valor que será dez vezes superior aos 7,1 mil milhões de dólares que o ecossistema de realidade virtual vai atingir já em 2017.

O mercado empresarial de realidade virtual vai representar este ano 1,3% da faturação total, muito longe dos 11,3% que os conteúdos dedicados para consumo vão garantir. Mas em 2021 o mercado B2B vai ser três vezes maior do que o mercado de consumo, o que espelha bem a importância que as empresas vão ter no desenvolvimento deste segmento emergente.

São já várias as empresas que estão a explorar a realidade virtual como uma forma de potenciar os seus negócios e de criar um novo canal de venda: fabricantes automóveis, agências de imobiliário, hospitais, empresas de turismo e até entidades de educação e formação.


Publicado em:

Atualidade

Partilhe nas Redes Sociais

Artigos Relacionados