Partilhe nas Redes Sociais

BI4All integra informação de negócio da Algeco em projeto de Analytics

Publicado em 19 Abril 2022 | 532 Visualizações

A BI4ALL desenvolveu um projeto para a Algeco, que permitiu integrar numa mesma solução as diferentes plataformas de Business Intelligence usadas pela empresa de construção modular. 

A Algeco opera em 20 países, integra três mil colaboradores e disponibiliza atualmente mais de 220 mil módulos. Na empresa, e dispersos pelas diferentes áreas de negócio, existiam um número elevado de sistemas de TI/ERPs e serviços de BI, em plataformas com proprietários distintos e em países diferentes. 

O projeto teve como objetivo conseguir consolidar a informação que circulava pelos diferentes sistemas, para que a empresa pudesse ter uma visão única e integrada de todos os dados nas diferentes áreas da organização, explica a BI4All, revelando que todos os países onde a Algeco está presente foram envolvidos no projeto.    

A solução implementada chama-se iAnalytics, e é gerida a partir do centro de nearshore da BI4All. É uma solução analítica desenvolvida e suportada pela BI4ALL e assente em tecnologias Microsoft, que veio consolidar a informação num único sistema. 

Está em fase de expansão a todo o grupo e até final do ano o plano é eliminar todas as soluções alternativas para poder incluir todas as informações da empresa no Data Warehouse do grupo e passar a poder ter todos os relatórios e dashboards construídos sobre essa base de dados.

Jean-Marc Varnet, diretor de TI da Algeco na Europa admite que «o contexto era muito diverso, havia falta de harmonização entre os sistemas em toda a organização. Foi então importante consolidar os dados de vários países num novo Data Warehouse» e reconhece que o «maior benefício foi ser possível consolidar a informação proveniente dos vários sistemas ERP e extrair e harmonizar os dados dos vários sistemas operativos, para calcular os nossos KPIs».

Outros resultados positivos identificados pela Algeco passam pelas melhorias no suporte à decisão, destacando que os analistas de negócio da empresa passaram a dispor de tempo que antes gastavam na produção e manutenção dos relatórios existentes, para se focarem nas tarefas de análise. 

«Outra vantagem é que o facto de ter inteligência centralizada torna qualquer mudança num KPI imediatamente disponível para todos, reduzindo significativamente o tempo antes necessário para replicar a mudança em todos os relatórios», sublinha ainda Carlos Cruz, diretor de TI da unidade de Negócios ENSE (Este, Norte e Sul da Europa), na Algeco.


Publicado em:

Projetos

Partilhe nas Redes Sociais

Artigos Relacionados