Partilhe nas Redes Sociais

PUB

GMV: Innovating solutions in Cybersecurity

Bitzer: Uma agência dedicada aos eSports e que pode trazer mais oportunidades à sua empresa

Publicado em 11 Abril 2017 por Ntech.news - Rui da Rocha Ferreira | 667 Visualizações

Bitzer eSports

Talvez muitas empresas e decisores de negócio considerem o mercado dos desportos eletrónicos como um mundo à parte e no qual é difícil de entrar. Em primeiro lugar porque é um público com gostos e hábitos de consumo específicos. Em segundo lugar porque já existem marcas muito bem estabelecidas nesse segmento. E em terceiro lugar porque não dominam por completo a temática para comunicarem da forma mais eficaz com as audiências dos eSports.

A resolução deste problema é justamente uma das propostas apresentadas pela Bitzer, a primeira agência portuguesa dedicada aos eSports. A Bitzer faz parte do Grupo YoungNetwork.

“Começámos há uns meses a estudar onde é que andavam os millennials, em que locais e em que países andavam os nativos digitais. Chegamos à conclusão que havia um mercado pouco desenvolvido – a verdade é que os eSports em Portugal ainda não estão suficientemente desenvolvidos. Começámos a estudar e chegámos à conclusão de que poderíamos ser um fator dinamizador do próprio mercado”, começou por dizer o diretor executivo da YoungNetwork, João Duarte, no evento de apresentação da nova agência.

Atualmente não há qualquer estudo dedicado ao mercado dos eSports em Portugal, mas pelos indicadores internacionais que existem todos sabem que é uma oportunidade promissora. “O que os dados nos dizem é que os eSports foi um fenómeno, já não é um fenómeno, é algo que já está consolidado no mercado e tem tendência para crescer. É uma área que merece aposta neste momento, mas as marcas ainda não sabem como apostar neste mercado”, disse em entrevista ao Ntech.news o diretor de operações da Bitzer, Tiago Fernandes.

“Já existe um investimento de longos anos de marcas que são das próprias tecnologias, mas marcas não endémicas ao próprio mercado ainda não sabem como entrar. (…) Estas marcas têm dificuldade em chegar a este público, daí a questão de lançarmos uma agência e encaminhá-los, facilitar uma porta de entrada para os eSports”, acrescentou.

Durante a apresentação, o COO da Bitzer defendeu que esta é uma boa oportunidade para o mercado empresarial tentar chegar a um perfil de clientes – jovens, aficionados, dedicados – que de outra forma poderia revelar-se mais difícil.

Estratégia 360

A Bitzer enquanto agência pretende ter um leque abrangente de serviços: além de querer fazer a ponte entre marcas e equipas, jogadores ou streamers de eSports, a nova unidade da YoungNetwork também quer ela própria ajudar a fazer a comunicação e a gestão de carreira de jogadores e equipas profissionais de desportos eletrónicos.

João Duarte adiantou que o grupo YoungNetwork fez um investimento de 100 mil euros neste novo projeto e que daqui a dois anos e meio, sensivelmente, pretende já ter recuperado o capital investido.

Bitzer - João Duarte

João Duarte, CEO da YoungNetwork, na apresentação da nova agência Bitzer.

Por agora a Bitzer começa com zero clientes, tanto na vertente das marcas, como na vertente das equipas, dos jogadores e dos streamers. João Duarte desvalorizou este facto e diz que esta estratégia faz parte do modus operandi do grupo YoungNetwork.

O CEO disse que a Bitzer não vem para o mercado fazer promessas, mas vem para trabalhar – motivo pelo qual não foram revelados alguns projetos mais concretos que já estão a ser esquadrinhados do lado de dentro da agência. Isto é, vão mostrar quando tiverem de facto algo para mostrar.

“Queremos fazer acontecer três a quatro projetos”, confirmou João Duarte, para depois acrescentar que dentro de dois meses o primeiro destes projetos deverá ser tornado público. Dentro de três a quatro meses outros projetos deverão ser revelados.

“Portugal precisa de mais competições [de eSports]”, defendeu João Duarte. “Nós queremos levar a Bitzer para fora de Portugal, no mínimo estar rapidamente no mercado ibérico”, partilhou depois sobre as ambições de longo prazo do projeto.


Publicado em:

Atualidade

Partilhe nas Redes Sociais

Artigos Relacionados