Partilhe nas Redes Sociais

Bright Pixel e Caixa Capital investem em startup de cibersegurança

Publicado em 21 Março 2017 | 1351 Visualizações

A startup portuguesa Probe.ly vai receber um novo investimento da Bright Pixel, cujo montante não foi revelado. A injeção de capital na empresa especializada em cibersegurança acontece uma semana depois da sua vitória no Caixa Empreender Award 2017, que representa um prémio monetário de 100 mil euros.

«Tivemos o privilégio de construir a nossa empresa num ambiente altamente especializado e criativo, ao lado de uma equipa de elite, com fortes ligações com o mercado real, que nos proporcionou imensas sinergias com potenciais futuros parceiros e nos permitiu desenvolver o produto certo, reduzindo o risco e o nosso time-to-market», comentou Nuno Loureiro, CEO da Probe.ly. Segundo ele, este prémio da Caixa Capital é uma «distinção especial que nos faz acreditar ainda mais que estamos no caminho certo e que temos tudo para construir uma empresa de sucesso, com o apoio de investidores que nos poderão ajudar neste desafio».

A equipa liderada pelo executivo é constituída por um grupo de especialistas em cibersegurança com  vários anos de experiência e foi criada em abril de 2016. O produto, que esteve em validação junto da indústria desde então, está pronto para ser lançado e conta com a parceria da Bright Pixel e da Sonae IM. Trata-se de uma ferramenta de descoberta e gestão de vulnerabilidades de segurança em aplicações web, que a startup diz ser inovadora e também lhe valeu a vitória no último programa de aceleração Lisbon Challenge.

Para a Bright Pixel, fundada pelo ex-diretor do Sapo, Celso Martinho, o sucesso da Probe.ly é um passo importante – a startup foi uma das primeiras a ser incubada na organização. O objetivo desta incubadora é mostrar que há um caminho alternativo ao lançamento de empresas no mercado, que minimiza o risco de execução: começa pela identificação de oportunidades de mercado e captação de empreendedores, passa à validação e construção dos produtos, garante a criação de sinergias com a indústria e transforma então esse esforço em startups.

«Este é um passo muito importante para a Probe.ly, do qual nos orgulhamos, mas também para o processo de afirmação da nossa metodologia e do crescimento do nosso próprio projeto», sublinhou Celso Martinho.

 


Publicado em:

Startups

Partilhe nas Redes Sociais

Artigos Relacionados