Partilhe nas Redes Sociais

Carros voadores, transporte espacial barato e viagens rápidas a Marte a caminho

Publicado em 7 Novembro 2018 por Cristina A. Ferreira - Ntech.news | 143 Visualizações

As viagens espaciais e as soluções de mobilidade aérea estiveram esta quarta-feira em debate na Web Summit, com a apresentação de alguns projetos inovadores. Jim Cantrell, fundador e CEO da Vector Launch, falou da tecnologia que a empresa está a desenvolver e que vai reduzir significativamente o preço de lançamento de pequenos satélites.

Com uma oferta comercial prevista para o próximo ano, a empresa posiciona-se sem complexos como a opção barata para o transporte espacial, capaz de «democratizar o acesso ao espaço». Nas palavras do fundador, está a desenvolver «o foguetão mais pequeno e fiável do mercado», que vai levar satélites para o espaço a um preço muito inferior ao praticado hoje e incluir na oferta a possibilidade enviar pequenos satélites, hoje está normalmente associada ao lançamento de veículos maiores e condicionada a essa tipo de carga.

O responsável partilhou o palco com François Choupard, fundador do Starburst Aerospace Accelerator, que vê este tipo de soluções como um contributo para quebrar barreiras e impulsionar novos projetos. «Estamos no princípio deste mercado que é enorme e ainda é difícil perceber o verdadeiro potencial» adianta, acrescentando que as comunicações e a observação são as finalidades mais frequentes para a procura de soluções que permitam monitorizar e explorar o espaço.

Tornar acessível os preços da tecnologia vai permitir desenvolver cada um deles, abrindo o mercado a novas empresas e François Choupard garante que existem várias empresas a trabalhar hoje nas soluções mais diversas para tirar mais partido do espaço, de tecnologias para capturar água em asteróides, a motores que permitam acelerar as viagens a Marte, de meses para uma semana.

Transporte aéreo para escapar ao trânsito da cidade

No mesmo palco, por onde também já tinha passado o fundador da Volocopter, empresa que está a fabricar um táxi aéreo já em protótipo funcional, esteve também Remo Gerber, chief commercial officer, da Lilium Aviation. A startup alemã já angariou um financiamento de cerca de 100 milhões de dólares, que está a usar para desenvolver um veículo aéreo elétrico aterra e levanta voo na vertical.

O responsável explicou que o objetivo da empresa passa por «mudar a forma como a mobilidade urbana funciona» e por isso, além da aeronave, está a desenvolver  toda uma plataforma de serviços.

O carro voador da Lilium tem cinco lugares e deverá estar nas ruas (e nos céus) a circular normalmente em 2025. Até lá é preciso, não só, concluir o desenvolvimento da tecnologia, como reunir todas as aprovações regulatórias para operar. Até lá fica a promessa de transformar uma hora no trânsito, em 10 minutos de voos para chegar ao destino em qualquer ponto de uma cidade.

 


Publicado em:

Projetos

Partilhe nas Redes Sociais

Artigos Relacionados