Partilhe nas Redes Sociais

PUB

Centro de Excelência da Uber em Lisboa perde 30% dos colaboradores

Publicado em 17 Junho 2020 | 113 Visualizações

Nas últimas semanas a empresa deu vários sinais dos sérios impactos da pandemia no negócio. Já anunciou despedimentos, desinvestimentos e até a venda de uma unidade. 

As medidas conhecidas a nível global começam agora a gerar impacto nos vários países onde a Uber tem operações, como é o caso de Portugal, que acolhe um centro de excelência, prestador de serviços de suporte para o grupo em diferentes países.

A estrutura existe desde 2017 e em janeiro somava 450 empregados. Depois de informação não oficial apontada por diferentes fontes, a confirmação oficial chegou e a empresa já assumiu que está mesmo a reduzir a equipa local em 30%, cerca de 150 colaboradores segundo o Eco, que avança a notícia.

«Foi uma decisão muito difícil, mas necessária para ajudar a proteger a sustentabilidade a longo prazo da empresa», disse a empresa ao jornal. 

Recorde-se que no último mês e meio a Uber anunciou o despedimento de mais de sete mil colaboradores, o encerramento de 45 escritórios em todo o mundo e uma revisão de planos para o investimento em veículos autónomos. Já esta semana soube-se que a empresa vendeu o negócio de bicicletas (Jump) na Europa à concorrente Lime. 

O centro de excelência europeu da Uber, em Lisboa é «a principal fonte de conhecimento de utilizadores e motoristas em toda a região europeia, o que permitirá à Uber continuar a melhorar os seus serviços, políticas e processos internos», referia a empresa à data de lançamento do projeto.

Tem como missão ajudar a «assegurar a melhor experiência com a Uber antes, durante e depois da viagem» e passa também por aqui o desenvolvimento e teste de inovações aos serviços da empresa.


Publicado em:

Atualidade

Partilhe nas Redes Sociais

Artigos Relacionados