Partilhe nas Redes Sociais

Check Point e Microsoft Intune integram produtos de segurança móvel

Publicado em 25 Julho 2017 por Ntech.news - Ana Rita Guerra | 236 Visualizações

Check Point Microsoft

A Check Point Software e a Microsoft anunciaram a integração do Check Point SandBlast Mobile com Microsoft Enterprise Mobility + Security (EMS) para proteger os dispositivos móveis das empresas. No fundo, é uma solução de segurança móvel integrada na plataforma de gestão de mobilidade empresarial da Microsoft, com a intenção de dar às empresas clientes maior controlo na administração dos smartphones, tablets e wearables.

É também um reforço da estratégia conjunta das duas fabricantes, que já puseram a solução Check Point vSec Cloud Security integrada com Microsoft Azure.

«A defesa contra as ameaças móveis é essencial na nossa estratégia», destaca Michael Shaulov, diretor de produto e de segurança móvel e cloud da Check Point. O executivo destaca as características de prevenção proativa da arquitetura Infinity e lembra a validação por parte da Miercom quanto à eficácia do SandBlast Mobile na deteção e prevenção de perigos. «A integração com o Microsoft Intune, que gere os terminais e garante a sua conformidade, irá permitir-nos continuar a melhorar a proteção de smartphones, tablets e wearables», resume.

A Check Point cita números alarmantes sobre a proteção de dispositivos móveis nas empresas: apesar da evolução dos ciberataques, com dois grandes eventos nos últimos meses, apenas 1% das empresas implementam tecnologias de segurança para os dispositivos fora do seu perímetro (móveis).

Esta integração, dizem as fabricantes, vai simplificar a forma como os clientes podem aplicar inteligência de ameaças da solução móvel da Check Point. Agora, aparece como uma entrada adicional na configuração da conformidade de dispositivos do Intune. Uma vez detetado um ataque, o SandBlast Mobile aplica as proteções e notifica a plataforma da Microsoft para que fique a par das alterações de estado do dispositivo e dos controlos de acesso. O objetivo é garantir que os dados da empresa estão a salvo até que deixe de existir risco de infeção.

«À medida que as ofensivas são cada vez mais sofisticadas, muitos clientes apercebem-se que as soluções móveis contra ameaças, como a da Check Point, podem ajudá-los a reduzir os perigos que ameaçam os seus terminais», afirma Andrew Conway, diretor geral de Enterprise Mobility e Security da Microsoft. O responsável refere ainda que a integração assegura que só os dispositivos seguros poderão aceder aos recursos da empresa-cliente.


Publicado em:

Mobilidade

Partilhe nas Redes Sociais

Artigos Relacionados