Partilhe nas Redes Sociais

Cisco e IBM assinam acordo contra cibercrime

Publicado em 2 Junho 2017 por Ana Rita Guerra | 121 Views

Duas das maiores empresas do sector tecnológico, Cisco e IBM, assinaram um acordo de parceria que visa juntar forças contra o cibercrime. Numa altura em que ainda se vive o rescaldo do WannaCry, as gigantes norte-americanas decidiram cooperar numa série de áreas relacionadas com a segurança. Durante os ataques de ransomware WannaCry, as duas empresas colaboraram na partilha de inteligência e vão agora levar esse trabalho conjunto mais longe. Esta parceria irá refletir-se na integração de produtos e serviços, além do desenvolvimento de inteligência contra ameaças: as equipas de investigação da IBM X-Force e da Cisco Talos vão começar a trabalhar juntas e coordenar contra os principais incidentes de cibersegurança.

Do lado do cliente, as soluções de segurança da Cisco serão integradas na plataforma QRadar da IBM, com o intuito de proteger as empresas desde a rede até à nuvem. A fabricante vai mesmo desenhar novas aplicações para a plataforma analítica da IBM, sendo que as primeiras duas já estão definidas e vão estar disponíveis no portal IBM Security App Exchange. Estas novas apps pretendem otimizar a experiência do utilizador e ajudar os clientes a identificar e corrigir incidentes de forma eficaz quando se utiliza o Next-Generation Firewall Cisco (NGFW), o Next-Generation Intrusion Protection System (NGIPS) e soluções de proteção avançada de Malware (AMP) e Threat Grid da Cisco.

Por outro lado, os clientes irão beneficiar do apoio da IBM Global Services para produtos da Cisco nas suas ofertas de serviços (Managed Security Service Provider).

«A estratégia de segurança da Cisco, baseada na arquitetura, permite que as organizações possam detetar ameaças uma vez e detê-las em qualquer lugar», frisa David Ulevitch, vice-presidente e diretor geral da divisão de segurança da Cisco. As soluções da empresa serão combinadas com a Cognitive Security Operations Platform da IBM, o que permitirá, segundo o responsável, oferecer «as melhores soluções e serviços de segurança através da rede, terminais e nuvem, combinadas com análises avançadas e capacidades de orquestração».

Do outro lado, a plataforma de Incident Response Resilient (IRP) da IBM será integrada com o Threat Grid da Cisco para ajudar as equipas a responderem aos ataques mais rapidamente. Por exemplo, os analistas podem avaliar indicadores de compromisso IRP para a divisão de inteligência e ameaças Cisco Grade Threat ou bloquear malwares suspeitos através da tecnologia de sandbox.

«A IBM aposta desde há muito numa estratégia de uma colaboração aberta e de partilha de conhecimento para lutar contra as ciberameaças», lembra Marc van Zadelhoff, diretor geral da IBM Security. «Com a colaboração da Cisco, os clientes podem aumentar a capacidade de otimizar o uso de tecnologias cognitivas como a IBM Watson para a cibersegurança. Além disso, a colaboração entre as equipas da IBM X-Force e Cisco Talos é um avanço na luta do ‘bem’ contra o cibercrime», refere o executivo.

Um dos problemas que a parceria entre as duas empresas quer mitigar é a proliferação de soluções de segurança pontuais, que não comunicam entre si e colocam grandes desafios de administração. É nesse contexto que a equipa da IBM Managed Security Services irá trabalhar com a Cisco para fornecer novos serviços que permitam reduzir a complexidade, e uma das primeiras ofertas é projetada para um mercado que está a explodir: o da nuvem híbrida.


Publicado em:

Negócios

Partilhe nas Redes Sociais

Artigos Relacionados