Partilhe nas Redes Sociais

Cisco Portugal e Bright Pixel assinam parceria

Publicado em 11 Abril 2017 | 485 Visualizações

A Cisco e a Bright Pixel estabeleceram uma parceria destinada a facilitar processos de transformação digital nas empresas portuguesas. A tecnológica norte-americana vai dar suporte à incubadora de startups, num acordo que pretende conectar negócios, ideias, estudantes, empresários, startups e empresas.

«A Cisco acredita que não estamos a viver apenas uma fase de vulgar evolução tecnológica, mas sim o início de uma disrupção, sendo a tecnologia o elemento disruptor e o facilitador dos novos modelos de negócio», indica a empresa.

Este ano, segundo um estudo da IDC, a transformação digital estará no centro da estratégia de 67% dos CEO, e todas as grandes fornecedoras estão a apostar em soluções que facilitam a transição.

«O posicionamento da Cisco e o universo de soluções tecnológicas abertas que a empresa tem vindo progressivamente a lançar e a reforçar fazem desta um parceiro natural da Bright Pixel, quer na sua atividade de inovação tecnológica e apoio à transformação digital das empresas com quem trabalha nos Labs quer para as inúmeras startups que apoia ou incuba», explica a tecnológica.

As duas empresas não adiantam pormenores sobre a parceria nem como vai funcionar, mas a Cisco tem a intenção de criar sinergias com startups interessadas na integração das suas aplicações com as plataformas de hardware e software da tecnológica.

Aliás, é por isso que disponibiliza a plataforma para programadores DevNet, onde as empresas podem aprender a utilizar as API disponíveis. Há cada vez mais investimento em startups de hardware, mas o desenvolvimento de uma plataforma e os desafios de fabrico e distribuição são mais difíceis para empresas que estão a começar.

É aí que a fabricante encaixa. O projeto DevNet, que reflete a aposta da fabricante na convergência de tecnologia de redes com a área de software, disponibiliza cerca de uma centena de API abertas, documentação e exemplos de código. Irá “fazer com que os programadores, startups e outras comunidades possam alavancar o desenvolvimento dos seus projetos e soluções”, refere a Cisco.

Muitas dessas startups poderão estar ligadas à Bright Pixel, que se auto-designa “venture builder studio”. O conceito é trabalhar com grandes empresas em projetos de inovação, desenvolver produtos e incubar startups e empreendedores. Além disso, investe em empresas com potencial nas áreas de retalho, telecomunicações, cibersegurança e média.


Publicado em:

Negócios

Partilhe nas Redes Sociais

Artigos Relacionados