Partilhe nas Redes Sociais

Claranet abre novo centro de competências em Lisboa

Publicado em 20 Novembro 2015 | 421 Visualizações

 

Portugal vai acolher o novo centro de competências da Claranet. O centro estará integrado nas instalações da Claranet, no Parque das Nações, em Lisboa, e desenvolverá actividade na área do desenvolvimento de sistemas de informação, dando suporte aos serviços centrais do grupo Claranet. António Miguel Ferreira, managing director, explicou ao Ntech.news que o investimento feito pela Claranet neste centro poderá atingir cerca de 1 milhão de euros por ano.

 

O objectivo principal deste centro é criar e desenvolver competências especializadas, nas áreas do desenvolvimento de software e de sistemas de informação a nível interno do grupo, desde aplicações in-house até plataformas de terceiros, como é o caso do

Salesforce, ServiceNow, MuleSoft e QlikView, tecnologias/fornecedores com quem a Claranet já trabalha, no âmbito de contratos já existentes. António Miguel Ferreira garante que há receptividade por parte da empresa em estabelecer novas parcerias. Segundo ele, essa estratégia é «definida pelo Claranet Technology Group (CTG), sediado em Inglaterra, que procura regularmente novos fornecedores e tecnologias que se enquadrem no seu plano estratégico de desenvolvimento de sistemas de informação para o grupo».

 

Este novo centro de competências vai criar emprego para 20 engenheiros informáticos, que serão recrutados localmente. Nesta primeira fase, serão aceites dez candidatos, que terão um período de formação específica nas várias áreas de intervenção do centro. Está previsto que num período máximo de um ano, o número de recursos duplique ou triplique, formando uma equipa de, no mínimo, vinte pessoas. A data limite para o envio das candidaturas para ocupar as vagas em aberto, será no próximo dia 27 de Novembro e as entrevistas decorrerão no escritório da Claranet em Lisboa, nos dias 2 e 3 de Dezembro. Um dos requisitos obrigatórios para os candidatos, é a fluência em língua inglesa, uma vez que esta função exige um contacto permanente com os vários gestores de projecto, que estarão localizados não só no Reino Unido, mas também em qualquer um dos seis países onde a Claranet tem presença.


Os programadores selecionados irão receber formação específica na área do desenvolvimento de sistemas de informação, na sede da Claranet em Londres. Posteriormente, esta equipa ficará exclusivamente alocada ao desenvolvimento de arquitectura de sistemas, programação, documentação e formação.

 

A nível internacional, Andy Wilton, CIO do grupo  Claranet, admite que esta é «uma grande oportunidade para os potenciais candidatos poderem fazer parte de uma empresa com um futuro estimulante, com ampla presença na Europa e com um compromisso de desenvolvimento de carreira».

 

 

 

Porquê Portugal

 

A alargar a equipa de desenvolvimento de software da Claranet em Lisboa, António Miguel Ferreira justifica que o facto da localização do novo centro ser em Portugal deve-se aos «excelentes engenheiros na área das tecnologias de informação, que dominam a língua inglesa e tem uma predisposição cultural para trabalhar em ambientes internacionais. Adicionalmente, o custo de vida em Portugal é inferior ao de outras cidades europeias, associado a excelentes condições de tempo, segurança, entre outros factores».


Publicado em:

Negócios

Partilhe nas Redes Sociais

Artigos Relacionados