Partilhe nas Redes Sociais

Claranet prepara novas aquisições em Portugal 

Publicado em 28 Julho 2023 | 523 Visualizações

A Claranet Portugal terminou o ano fiscal de 2023 com um volume de negócios de 213 milhões de euros, mais 7% que no ano passado, revelou a empresa esta quinta-feira, sublinhando o impacto para o resultado do crescimento de 20% das receitas de serviços, impulsionadas pela atividade nas áreas de workplace, security e Data & AI. Para o ano terminado no passado dia 30 de junho a tecnológica reportou ainda um EBITDA de mais de 14 milhões de euros. 

Para o ano fiscal que já corre volta a prever crescimento. Como refere António Miguel Ferreira, managing director da Claranet Portugal, o foco já está «no próximo ano e em 2024 e prevemos crescer novamente 20% na receita de serviços». 

No último ano, a Claranet cresceu sobretudo por via orgânica em Portugal, mas a empresa já fez várias compras no país e tem planos para fazer mais. Na nota de imprensa que divulga os resultados, a companhia afirma claramente que «deverá avançar com mais compras durante o próximo exercício fiscal», em Espanha, no Brasil e em Portugal. 

Acrescenta que em Portugal essas compras só devem acontecer na segunda metade de 2024, tal como em Espanha. No Brasil deverá ser anunciada uma aquisição já nos próximos meses.  

Para a Claranet, o ano fiscal de 2024 será também um ano de mais investimento «em Data & AI e Cloud Modernisation, para apoiar as empresas a tomarem decisões de negócio baseadas em dados e a otimizarem os seus investimentos na Cloud», confirma António Miguel Ferreira.

O responsável sublinha ainda que a Claranet está a ser transformada e a prestar serviços cada vez mais críticos de TI, em sectores como o Financeiro, Indústria, Retalho, Tecnologia e Sector Público. «As áreas decisivas para este cenário serão Cloud, que irá acelerar, juntamente com a continuação da boa performance em Workplace, Security e Data & AI», remata o gestor. 


Publicado em:

Atualidade

Partilhe nas Redes Sociais

Artigos Relacionados