Partilhe nas Redes Sociais

Closer aposta na Escandinávia com escritório na Suécia

Publicado em 24 Janeiro 2018 por Ntech.news - Ana Rita Guerra | 521 Visualizações

A estratégia de internacionalização da Closer tem como novo alvo o mercado escandinavo, que será abordado a partir do novo escritório da empresa na Suécia. A tecnológica portuguesa especializa-se em Data Science, com foco em Business Intelligence, analítica avançada e inteligência artificial, e tem estado a acelerar a sua expansão para fora de Portugal. Além de Lisboa e Évora, a empresa tem dois escritórios no Brasil, um no Reino Unido, outro na Alemanha e ainda Macedónia.

A entrada na Suécia foi decidida devido às várias oportunidades que a tecnológica detetou no norte da Europa – em especial devido à falta de competências e recursos nas áreas de analítica avançada e Inteligência Artificial, em que a Closer tem mais de uma década de experiência. A empresa emprega um total de 200 pessoas e tem neste momento uma das maiores equipas de cientistas de dados do país.

 

Os segmentos mais apetecíveis na Escandinávia serão a indústria automóvel, a bancária, os seguros e as telecoms. A intenção é ter equipas mistas, com talentos locais e especialistas portugueses. A experiência dos técnicos nacionais será importante sobretudo na implementação dos modelos analíticos preditivos já desenvolvidos, visto que a empresa é já uma das maiores empregadoras privadas das áreas de física e matemática em Portugal.

Segundo Fernando Matos, co-fundador e sócio da Closer, esta é uma oportunidade de capitalizar na inovação produzida em Portugal, «nomeadamente no desenvolvimento de modelos de Data Science para a obtenção de conhecimento sobre os clientes, seus hábitos e riscos».

A Closer investe cerca de um terço dos resultados anuais em Investigação e Desenvolvimento, localizadas em Portugal. «Temos a intenção de aumentar a faturação internacional da empresa, que já ronda os 50%», acrescenta o responsável.


Publicado em:

Negócios

Partilhe nas Redes Sociais

Artigos Relacionados