Partilhe nas Redes Sociais

ComércioDigital.pt vai para estrada chamar 50 mil PME para a internet

Publicado em 7 Fevereiro 2019 | 415 Visualizações

Já está no terreno a iniciativa que pretende contribuir para levar para a internet 50 mil empresas portuguesas do sector do comércio e serviços, que se mantêm à margem do mundo online.

O Programa ComércioDigital.pt – Qualificar o Comércio e os Serviços para a Economia Digital deu o pontapé de saída em Leiria, na quarta-feira, 6 de fevereiro. Entre os objetivos, contam-se a intenção de promover um primeiro contacto de empresas que nunca tiveram uma presença online com ferramentas como o marketing digital, explorando o seu potencial para ajudar a modernizar e internacionalizar o negócio.  

A iniciativa pretende mobilizar as empresas para a digitalização, com foco em três áreas principais: ativação de uma presença digital, incorporação de tecnologia nos modelos de negócio e desmaterialização dos processos com clientes e fornecedores por via da utilização das TIC.

Chega ao terreno através de várias iniciativas, como a oferta de vouchers que incluem ferramentas para a criação de um site, e-mail e domínio gratuito .PT por um ano. Integra ainda uma academia digital suportada numa plataforma de elearning, que dá acesso a conteúdos formativos, disponibiliza estudos e vai percorrer o país com um roadshow de sessões informativas e workshops sobre negócios digitais. Braga e Aveiro serão as próximas cidades a receber a caravana que levará ao terreno 150 sessões, a realizar ao longo deste ano e do próximo.

O Programa Comércio Digital está direcionado para as PME e vai estar no terreno até 2020. É cofinanciado pelo COMPETE 2020, Portugal 2020 e União Europeia/FEDER e tem como entidades parceiras o DNS.pt e a Câmara Municipal de Viana do Castelo, para além de vários patrocínios de empresas privadas.

Apresenta-se como «um dos mais emblemáticos projetos nacionais criado até à data na área da transformação digital e da modernização das empresas portuguesas», promovido pela ACEPI – Associação da Economia Digital e a CCP – Confederação do Comércio e Serviços de Portugal, com o apoio do Ministério da Economia.

Entre as empresas privadas que se associaram à iniciativa está a SAGE, que vai disponibilizar soluções de faturação às PME que integrarem o programa. Chronopost, Mastercard, SIBS, do Millennium BCP, DHL e NOS também são parceiras.


Publicado em:

Atualidade

Partilhe nas Redes Sociais

Artigos Relacionados