Partilhe nas Redes Sociais

CoolFarm distinguida como startup do ano no evento Ativar Portugal

Publicado em 25 Maio 2017 por Ntech.news - Rui da Rocha Ferreira | 179 Visualizações

CoolFarm Ativar Portugal

Quando se junta inovação tecnológica à horticultura, o resultado final é a CoolFarm. A jovem empresa portuguesa desenvolve sistemas que permitem otimizar o cultivo de alimentos em ambientes fechados. Através de processos de automatização e de sensores de análise, é possível monitorizar todo o ciclo de produção.

Devido à inovação das suas soluções e ao impacto que têm causado, a CoolFarm foi ontem, 24 de maio, distinguida como a startup do ano no evento Ativar Portugal.

A iniciativa, promovida pela Microsoft Portugal, é mais uma na área do empreendedorismo que pretende dar apoio às jovens empresas e colocá-las em contacto com novos parceiros ou investidores.

Esta foi a terceira edição do evento e foi dedicado ao tema deep tech, isto é, salientar a importância da utilização de avanços tecnológicos e científicos nos produtos desenvolvidos pelas startups. Inteligência artificial, realidade aumentada, machine learning e Internet das Coisas (IoT na sigla em inglês) foram algumas das tendências em destaque.

A diretora-geral da Microsoft Portugal, Paula Panarra, diz em comunicado que são estas tecnologias que vão ajudar a criar «a diferenciação e a vantagem competitiva das nossas jovens empresas».

Além do prémio startup do ano atribuído à CoolFarm, a organização do Ativar Portugal fez mais duas distinções: o UPTEC – Parque de Ciência e Tecnologia da Universidade do Porto foi considerado o parceiro deep tech do ano; já a Startup Braga foi distinguida como o parceiro de ecossistema do ano.


Publicado em:

Startups

Partilhe nas Redes Sociais

Artigos Relacionados