Partilhe nas Redes Sociais

Mind Source cresce em tempos de pandemia

Publicado em 4 Março 2021 por Ntech.news- Luísa Dâmaso | 211 Visualizações

Num ano em que tudo mudou e em que se desenhou um futuro com uma nova forma de vida e de trabalho, a Mind Source admite que o negócio continua a perseguir os objetivos de crescimento definidos para o triénio 2019/2021 e a superar. A expansão, nomeadamente com a abertura de um novo escritório no Porto em fevereiro de 2020, a diversificação das áreas de atividade para novos setores como o de retalho e o da indústria farmacêutica, o investimento em novas soluções e produtos, bem como o reforço das equipas técnicas e comerciais, e a atividade nas áreas da banca e dos seguros, foram decisivos para o saldo positivo do exercício de 2020. Durante o ano passado, a empresa, integrada no Grupo Rumos desde 2014, cresceu 7,4%, somando um encaixe de 10,3 milhões de euros, valor que era expectável só em 2021 e que, contas feitas, representou uma taxa de rentabilidade na ordem dos 5%.

+7,4% = 10,3 milhões de euros em 2020

+23% = 9,6 milhões de euros em 2019

Ambição de fazer mais

Em 2021, Rui Reis, executive director da Mind Source, planeia manter esta linha positiva e seguir a estratégia definida, quer através da consolidação do negócio core e do investimento na excelência operacional através de certificações, da definição de processos e de procedimentos internos, quer através da agregação de mais valor aos projetos por via de novas ofertas tecnológicas e de serviços. Assegurar o crescimento sustentável e o desempenho financeiro sólido e rigoroso está igualmente entre os objetivos. «Face as incertezas do que vivemos, as palavras de ordem são prudência e manutenção, mantendo-se a ambição de fazer mais», referiu o responsável.

Nearshore é para explorar

O negócio em Portugal foi em 2020 o grande garante da operação. De olhos postos nas oportunidades de nearshore, a Mid Source admite que no ano passado o negócio representou apenas 2 a 3% da atividade, já que devido às incertezas da pandemia o seu desenvolvimento dicou um pouco em standby. Ainda assim, esta é uma aposta que está nos horizontes da companhia e cujo potencial, especialmente na Europa, será melhor explorado no final deste triénio, eventualmente quando for definida a estratégia para o triénio 2022/2024. «Para já queremos concentrar-nos no negócio que temos em Portugal e depois então criar uma estratégia de nearshore mais agressiva e que possa potenciar os nossos resultados», avançou Rui Reis.

Crescer no Norte

O novo escritório no Porto serviu o propósito de expandir a atividade da Mind Source para fora da grande Lisboa durante 2020. «O Porto precisava de um olhar mais atento, porque tem um conjunto de empresas bastante importante e que merece uma abordagem mais proactiva», constatou o executive director da empresa. O escritório do Porto passou a assegurar os clientes já existentes e que derivavam da atividade em Lisboa, mas também a pesquisar novos clientes e a promover as soluções e os serviços da Mind Source na zona Norte.

Novas ofertas na forja

Para além da atual oferta de consultoria e projetos de outsourcing de TI, a empresa está apostada em desenvolver mais soluções focadas em temas atuais. Em carteira está já um portal de gestão de reclamações que permita às organizações conseguirem, de forma fácil, fazer esta gestão de forma centralizada. Uma aplicação web mobile que permite aumentar o engagement dos colaboradores através de técnicas de gamificação está também a ser trabalhada, assim como uma ferramenta direcionada para a área de comercio eletrónico, cuja finalidade é ajudar as empresas a perceberem o comportamento dos consumidores e como inspirar a sua tomada de decisão. Em cima da mesa, a Mind Source tem ainda uma solução para automatizar toda a componente de reporting legal dentro das organizações, primeiro centrada nos sectores da banca e dos seguros e que será adaptada a qualquer organização. «Depois de estarem finalizadas, estas soluções serão também novos argumentos para abordarmos o mercado europeu», sublinhou Rui Reis.

Descentralizar para motivar

Com uma aposta forte nos recursos humanos, o responsável garantiu que a força de trabalho da Mind Source continuará a ser privilegiada, principalmente tendo como pano de fundo uma realidade tão incerta e desafiante como a que se tem vivido no último ano e se vive no atual momento. Rui Reis não tem dúvidas de que não haverá grandes diferenças em relação à forma como se trabalhou no último ano e destaca a resiliência dos recursos humanos. Ainda assim, não deixou de assinalar os enormes desafios que trouxe a pandemia e a forma como estes afetam o equilíbrio e a motivação das pessoas. Motivar é por isso impreterível e por isso há uma aposta clara da companhia no envolvimento maior das pessoas na tomada de decisão, nas comissões executivas, bem como uma aposta na descentralização para as várias áreas da organização de forma a aumentar a confiança que nos colaboradores e ao mesmo tempo fomentar a responsabilidade destes de forma a promover ganhos de eficiência e também a partilhar valores como o compromisso, a ética e o respeito.

O trabalho remoto não torna as empresas menos produtivas

Continuar a contratar está entre as metas da Mind Source para 2021, especialmente para reforçar a operação a Norte do país.  O trabalho remoto é e continuará a ser uma realidade, mão sendo por isso que as empresas deixam de ser mais produtivas ou mais eficientes. Rui Reis garante que em 2020 isso ficou «bem demonstrado». O responsável garante que o Health Program, um programa concebido para lidar com as exigências impostas pela pandemia COVID-19 e que teve como objetivo assegurar as melhores condições de trabalho às equipas e garantir todo o apoio necessário para manterem a produtividade e trabalharem com todo o conforto e segurança, irá manter-se em 2021. A estratégia de formação e certificação das equipas também sairá reforçada durante este ano, garantindo-se as competências e skills necessários para melhor responder aos pedidos dos seus clientes e parceiros. «A empresa vai reforçar a estratégia de recursos humanos, assegurando o bem-estar dos seus colaboradores – o ativo mais importante da Mind Source – e garantindo que têm em 2021, à semelhança do ano anterior, todo o apoio necessário para serem produtivos e sobretudo felizes», afirmou Rui Reis.


Publicado em:

Negócios

Partilhe nas Redes Sociais

Artigos Relacionados