Partilhe nas Redes Sociais

PUB

Critical Software contabiliza melhor resultado de sempre

Publicado em 11 Abril 2017 | 691 Visualizações

A Critical Software afirma ter alcançado em 2016 «os melhores resultados de sempre na sua história», crescendo 18% para um volume de negócios de 30 milhões de euros. A empresa portuguesa, especialista em sistemas e software, também contabiliza uma subida do EBITDA para 4,9 milhões de euros, cerca de 16% do volume de negócios.

Os resultados deste exercício fiscal espelham um esforço concertado da empresa para aumentar o peso dos negócios em dois mercados chave, Reino Unido e Alemanha, como forma de compensar a quebra no sul da Europa. Nos últimos três anos, o volume de negócios da empresa aumentou 54% e isso deve-se sobretudo a esta expansão.

«Estamos muito satisfeitos por poder anunciar, uma vez mais, os melhores resultados de sempre na vida da nossa empresa e um crescimento robusto, em 2016, do nosso volume de negócios», comentou Gonçalo Quadros, CEO da Critical. Apesar dos desafios nos mercados do hemisfério sul, muito afetados por ciclos económicos menos bons, o responsável explica que o «fantástico desempenho» alcançado nos mercados da Alemanha e Reino Unido «catapultaram os resultados para um novo recorde».

Um dos elementos da estratégia foi a abertura de um segundo escritório em Southampton, no Reino Unido, para a instalação de um novo laboratório dedicado ao teste e certificação de smart devices. A Critical tornou-se conhecida sobretudo pelas operações no sector da aeronáutica, mas tem tentado diversificar e a energia é um dos segmentos que mais tem contribuído para o crescimento. Gonçalo Quadros destaca isso mesmo: os bons resultados não assentaram apenas nos sectores tradicionais da tecnológica, aeronáutica, espaço, defesa e transportes, mas também “num aumento particularmente forte e virtuoso da nossa atividade em sectores como o da energia e o financeiro.”

Em 2017, a empresa vai procurar aumentar os seus quadros, embora não estabeleça um objetivo concreto. No ano passado, aumentou a sede em Coimbra, adicionando mais um edifício para albergar o centro de engenharia, e abriu novas instalações no Porto e em Munique, Alemanha.


Publicado em:

Negócios

Partilhe nas Redes Sociais

Artigos Relacionados