Partilhe nas Redes Sociais

Despesa com segurança TI cresce 11% na Europa este ano 

Publicado em 29 Agosto 2022 | 83 Visualizações

cibersegurança

Os gastos com cibersegurança na Europa devem crescer 10,8%, para um valor de 47 mil milhões de dólares e continuar a crescer a um ritmo de 9,4% ao ano, para atingir os 66 mil milhões de dólares em 2026. 

A projeção da IDC sublinha o facto do mercado estar a passar ao lado do impacto da situação geopolítica e da pressão da inflação e continuar a crescer, sobretudo na área dos serviços. Este segmento será o que vai ter maior crescimento e maior volume de despesa, como consequência da falta de recursos qualificados. Até 2026, os serviços na área da segurança informática devem crescer a uma taxa anual de 10,2%.   

Os países com maior despesa TI este ano deverão ser a República Checa, com 15% do volume total gasto na região, cada um deles. A República Checa continuará a ser o país onde a despesa TI mais crescerá até 2026 na Europa. 

A IDC explica a evolução com o impacto do trabalho híbrido na realidade das empresas, mas também com a migração para sistemas e soluções na cloud, que alargou o perímetro de ataque e, consequentemente, de defesa das empresas. 

Por sectores, a banca garante o maior investimento em segurança informática, com o principal objetivo de aumentar a resiliência de sistemas que já são maduros, mas será do sector público o maior investimento anual em segurança TI até 2026, a uma taxa anual média de 11,9%.   


Publicado em:

Atualidade

Partilhe nas Redes Sociais

Artigos Relacionados