Partilhe nas Redes Sociais

EAD: TI e digitalização ultrapassam faturação dos serviços de custódia de arquivo 

Publicado em 18 Abril 2022 | 510 Visualizações

EAD

A EAD – Empresa de Arquivo de Documentação anunciou que o peso dos serviços de Tecnologias de Informação e digitalização ultrapassaram no ano passado, e pela primeira vez na sua história, o peso, em termos de faturação, dos serviços de custódia de arquivo. 

Os dados divulgados pela empresa mostram que a faturação dos serviços de TI cresceu 36% no ano passado e que os serviços de Business Process Outsourcing, digitalização e backoffice registaram um aumento de 42%

«De há vários anos a esta parte que já vínhamos notando uma tendência decrescente nos serviços de custódia física em prol dos serviços digitais. Esta tendência acelerou exponencialmente durante os anos da pandemia, como agora se verifica», confirma Paulo Veiga, CEO e fundador da EAD.

Do ano de 2021, a empresa reporta também um crescimento de 57% nos serviços de consultoria em gestão documental e de 26% nos serviços de reciclagem segura de arquivos de documentação.

Em conversa com o Ntech.News, em janeiro, Paulo Veiga já tinha sublinhado que os serviços digitais e o BPO são apostas centrais da empresa, que tem como principal negócio a gestão documental. 

Nessa altura, o responsável também já antecipava os principais números das contas de 2021, estimando que a faturação teria crescido 10% no exercício, para 12 milhões de euros, num ano em que a EAD reforçou a equipa com 22 novos colaboradores. 


Publicado em:

Negócios

Partilhe nas Redes Sociais

Artigos Relacionados