Partilhe nas Redes Sociais

Empresas de média dimensão são maiores aderentes ao Plano Ajuda da Sage

Publicado em 29 Março 2017 | 1091 Visualizações

Pouco mais de um mês depois do seu lançamento, o “Plano Ajuda” da Sage já apoiou 420 empresas portuguesas, a maioria das quais de média dimensão e no sector do comércio e serviços. Este programa tem um orçamento total de 500 mil euros e o seu propósito é incentivar a aquisição de software de gestão Sage em várias áreas – faturação, contabilidade, recursos humanos e ERP, tanto para empreendedores e PME como contabilistas e grandes empresas.

As 420 empresas ajudadas até ao momento consumiram um investimento total de 190,6 mil euros, e o programa estará operacional até ao final do próximo mês.

«Esta campanha veio na altura certa, pois sentimos que a vontade de adoção de tecnologia inteligente por parte das empresas é crescente e por vezes o que falha são os recursos», refere Isália Barata, diretora marketing da Sage Portugal. A responsável dá conta de uma procura mais acentuada por software de faturação e soluções de gestão integrada.

«O facto de se aproximar mais uma alteração no SAFT, no próximo dia 1 de julho, leva os decisores a procurarem não só por soluções que os deixem tranquilos sobre o cumprimento da lei, como também a ajuda necessária para perceberem qual o impacto que estas alterações terão na gestão dos seus negócios», acrescenta a executiva.


Publicado em:

Negócios

Partilhe nas Redes Sociais

Artigos Relacionados