Partilhe nas Redes Sociais

Europa prepara-se para operações comerciais em larga escala com drones 

Publicado em 2 Dezembro 2022 | 227 Visualizações

A Comissão Europeia adotou a Estratégia Europeia Drone 2.0. Com 19 iniciativas a colocar no terreno, a iniciativa pretende preparar a região para começar a acolher operações comerciais com drones em larga escala. 

Em janeiro do próximo ano será implementado o espaço U, «um sistema europeu único no mundo para gerir o tráfego de drones em segurança», como descreve a UE, e em simultâneo, os países deverão ir fazendo um conjunto de alterações regulatórias, para uniformizar regras e poder acolher diferentes tipos de serviços com drones. 

A Comissão Europeia sublinha que quer «dar resposta às preocupações em matéria de ruído, segurança e privacidade» dos europeus, temas abordados na estratégia, que está também fortemente alinhada com o quadro de segurança da UE, no que se refere ao funcionamento e definição dos requisitos técnicos relativos aos drones.

A UE já tem legislação nesta área e vários serviços a funcionar, mas na maior parte dos casos como pilotos, ou serviços de âmbito limitado. Até 2030 pretende-se que um conjunto de serviços de drones passem a fazer parte do quotidiano europeu, numa escala muito superior à atual. 

Incluem-se neste leque, serviços de emergência, cartografia, imagiologia, inspeção e vigilância por drones civis, ou entrega urgente de pequenas remessas, como amostras biológicas ou medicamentos.

Prevê-se também normalizar serviços de mobilidade aérea inovadora, como os táxis aéreos. Numa primeira fase, com um piloto a bordo, «mas com o objetivo último de automatizar plenamente as operações».

Entre as 19 iniciativas que vão chegar ao terreno para preparar a UE para operações com drones em larga escala estão, por exemplo, a adoção de regras comuns para os pilotos de aeronaves pilotadas à distância e eVTOL (aeronaves elétricas de descolagem e aterragem vertical), ou o desenvolvimento de um Roteiro Estratégico para as Tecnologias de Drone. Este roteiro vai identificar domínios prioritários para a investigação e a inovação.


Publicado em:

Atualidade

Etiquetado:

estratégiaEuropaUE

Partilhe nas Redes Sociais

Artigos Relacionados