Partilhe nas Redes Sociais

PUB

Exemplo da Wikipedia devia inspirar o mundo a colaborar para encontrar soluções globais

Publicado em 5 Novembro 2019 por Cristina A. Ferreira e Cláudia Sargento - Ntech.News | 95 Visualizações

A diretora da Fundação Wikimedia, que gere a Wikipedia, passou pelo palco principal da Web Summit para deixar uma mensagem de esperança no poder da humanidade para resolver o que muitos chamam de «crise do conhecimento», mas que na sua perspetiva é uma crise de confiança, «a maior da história da humanidade», reconheceu Katherine Maher

«Não acredito que o conhecimento esteja em crise, estamos sim numa crise de confiança e isso é um grande problema porque a confiança é a base da nossa sociedade», sublinhou a responsável. 

“A confiança é a infraestrutura invisível que faz o nosso mundo funcionar” e o impacto de uma crise a este nível tem-se materializado no afastamento dos cidadãos dos centros tradicionais de poder e autoridade e, em última análise, minado a capacidade de pensar e criar soluções para resolver os grandes desafios do mundo, destacou Maher. 

Diagnóstico feito, ficou a mensagem de esperança na capacidade humana para criar consensos, unir esforços e criar as tais soluções globais que vão faltando para os grandes desafios da humanidade, como as alterações climáticas e outros. 

O exemplo que deixou é o da Wikipedia «o projeto impossível que se transformou numa peça essencial da internet», consultada 17 biliões de vezes por mês. Na Wikipédia, «sabemos que o conhecimento é mais forte quando é livre e aberto a todos», disse Maher. Um exemplo de colaboração, onde o contributo individual de cada um faz a diferença, a Wikipédia cresceu em confiança e cria a possibilidade de mudar realmente algo globalmente, destacou.

«Todas as crises são uma oportunidade», sublinhou Katherine Maher e este é um desses momentos, em que é possível «criar algo maior e melhor». O conhecimento tem de ser uma peça chave nessa mudança, acredita a gestora, porque «é o legado que deixamos». Criar espaço para soluções de convergência e procurar pontos de colaboração é o caminho e o conselho que a norte-americana quis deixar a uma audiência que considerou uma «comunidade de pessoas que buscam conhecimento». 


Publicado em:

Atualidade

Partilhe nas Redes Sociais

Artigos Relacionados