Partilhe nas Redes Sociais

Findmore aposta no nearshore para crescer em 2017

Publicado em 9 Dezembro 2016 | 1439 Visualizações

A prestação de serviços de outsourcing em nearshore é uma das principais áreas de negócio da Findmore Consulting. Nos últimos seis meses a empresa duplicou a capacidade nesse domínio e em 2017 quer crescer ainda mais.

Ao longo deste ano, a expectativa é registar um crescimento de 275% das equipas alocadas a este tipo de projetos. No primeiro semestre do ano passado, a empresa alocou 25 colaboradores ao nearshore. Fechou o ano com 50 pessoas na mesma área, distribuídas por sete equipas, explica ao Ntech.news Rui Machado, diretor-geral da Findmore Consulting.

Os resultados obtidos em 2016 e as perspetivas de crescimento para 2017 sustentam a previsão de um novo reforço das equipas de nearshore. A meta é chegar ao fim do ano com 20 equipas para dar suporte a este tipo de projetos.

Para fazer crescer o portefólio de colaboradores, a Findmore recorre a plataformas como o LinkedIN e garante que leva muito a sério as recomendações dos seus próprios colaboradores. No recrutamento tem procurado perfis distintos, consoante as necessidades e preferências dos clientes, tendo em conta os projetos em questão, as tecnologias utilizadas e os anos de experiência dos candidatos.

As equipas de desenvolvimento de nearshore da Findmore prestam serviços a empresas localizadas fora de Portugal, sem sair do país e das suas instalações locais. Recorrem a ferramentas colaborativas para interagir com as equipas internas dos clientes, o que permite «reduzir distâncias, custos e time to market, sem que os clientes percam o controlo de equipas e projetos», defende a consultora. O grande foco destes projetos é o desenvolvimento de software.

Na carteira de clientes a Findmore tem sobretudo grandes empresas, mas a companhia também presta serviços a startups. Para servir este universo quer continuar a apostar na criação de equipas especializadas em diferentes tecnologias, garante Rui Machado.


Publicado em:

Negócios

Partilhe nas Redes Sociais

Artigos Relacionados