Partilhe nas Redes Sociais

Fordesi desmaterializa processos na Infraestruturas de Portugal

Publicado em 26 Julho 2018 por Ntech.news - Luísa Dâmaso | 249 Visualizações

A Fordesi implementou a sua solução IP4Log na Infraestruturas de Portugal (IP), o que permitiu modernizar a gestão de terminais multimodais de mercadorias da Bobadela e Leixões. Em 2018 contam-se já 111 empresas registadas na plataforma, sendo que 25% são agentes e 75% transportadores.

Esta tecnologia representa uma mudança de paradigma para a empresa, já que criou um novo ecossistema de interoperabilidade com os sistemas de todos os agentes logísticos, incluindo as alfândegas, que permitiu desmaterializar as operações de receção e envio de documentação das cargas.

A IP4Log funciona como um hub multimodal que suporta, de forma integrada, os processos logísticos e de transporte, portarias, documentação, processos alfandegários e faturação. Num único portal de serviços, os clientes, os agentes, os despachantes, os transportadores e as alfândegas trocam toda a informação de que necessitam para agilizar os seus processos logísticos dos terminais da IP.

A plataforma faz a integração com os sistemas dos parceiros externos, como a JUP/JUL do Porto de Sines, o operador ferróviario Medway e com o SAP da IP para a faturação automática, utilizando sempre standards de mensagens e tecnologias state-of-the-art.

A ligação à JUP/JUL permite a troca de documentação e mensagens operativas, autorizações de levante e entrega, carga e descarga de comboios e a desmaterialização da documentação, tornando o processo totalmente digital e sem intervenção humana.

João Silva, diretor do Departamento de Exploração de Terminais, da Infraestruturas de Portugal, explica que esta implementação permitiu «ganhos efetivos de eficiência, assumindo-se como uma ferramenta de excelência no tratamento da gestão rodoferroviária da cadeia logística do transporte de contentores, numa perspetiva de melhoria contínua».

De acordo com os dados disponibilizados, o tempo de atendimento na portaria reduziu-se a um mínimo de 2 a 5 minutos e o número de e-mails trocados com os clientes e operadores de transporte decaiu 83%. Num horário de atendimento 24×7, essencialmente telefónico e online, foram feitas cerca de 14 mil reservas e autorizações de levante online, sem qualquer recurso a e-mails. Foram ainda processados, aproximadamente, 7.000 contentores por mês para carga e descarga.

A interligação com a tecnologias mobile é outra das vantagens adicionadas com a IP4Log, tendo permitido melhorar as operações em parque através do rápido posicionamento das mercadorias, da conferência de comboios e do registo de danos e temperaturas.


Publicado em:

Projetos

Partilhe nas Redes Sociais

Artigos Relacionados