Partilhe nas Redes Sociais

PUB

Formação à medida de uma quarentena. E-learning para todos os gostos

Publicado em 2 Abril 2020 por Cristina A. Ferreira - Ntech.news | 799 Visualizações

Os tempos de isolamento social parecem estar para durar e há que não perder o ânimo. Esta pode ser uma boa oportunidade para colaborar à distância, descobrir novos temas ou, porque não, aproveitar para apostar em formação e saber mais sobre aquela área onde sempre teve interesse.     

Opções não faltam. Há milhares de cursos em formato de e-learning, muitos deles com direito a certificado e reconhecimento internacional, entre ofertas gratuitas (os chamados MOOPs) e pagas. 

Neste universo destacam-se algumas plataformas internacionais, como a Coursera, que tem mais de 3.900 cursos e especializações, entre cursos gratuitos e formações que conferem grau. Mais de 45 milhões de utilizadores já aproveitaram as oportunidades de formação da plataforma, que colabora com mais de 190 universidades e empresas. Entre as áreas de formação ligadas às TIC destaque para as ciências da computação, ciências de dados, TIC, Tecnologias da informação. 

Na mesma linha, outra opção é a Class Central, com mais de 15 mil cursos das universidades que integram a Ivy League, oito das mais prestigiadas dos EUA. Os cursos aqui listados são preferencialmente gratuitos. Vai encontrar programas de universidades como Harvard, Stanford, MIT, Columbia, mas também de universidades noutros países, como Espanha, onde uma das instituições representadas é a Universidade de Valência. Na área das ciências da computação há mais de 1600 ofertas. Blockchain, DevOps, Deep Learning, Cibersegurança ou Inteligência Artificial são algumas delas.  

Outra plataforma do mesmo género é a edx, que reúne ofertas das mais destacadas universidades norte-americanas, mas também de escolas noutras geografias, como a Hong Kong Polytechnic University, a Sorbonne, em França, e várias universidades australianas. No total há cerca de 2.500 programas para explorar, de 140 escolas.

Existe ainda a Udemy, que tal como a edx aposta num leque mais diversificado de áreas entre os 100 mil cursos disponíveis. A oferta para a área das TI distribui-se por cursos de certificação (Cisco, AES, Microsoft, entre outros), redes e segurança, sistemas operativos, entre outros

Aprofundar as grandes tendências tecnológicas 

Mais focada em tecnologia são as ofertas da Udacity ou da Codeacademy. A primeira mantém, aliás, vários programas validados por grandes empresas de tecnologia e apresenta-se como uma das formas mais rápidas e eficientes de alcançar as competências mais valorizadas pelas tecnológicas. Data Science, inteligência artificial, programação, sistemas autónomos ou cloud computing estão entre as áreas com formações disponíveis.  

No mercado doméstico também é possível encontrar várias opções de formação, para fazer sem sair de casa. A Ironhack é uma escola de formação que tem disponíveis vários cursos em diferentes áreas tecnológicas populares no momento. Alguns exemplos, Web Development, Data Analytics ou UX/UI Design

Para dar resposta às limitações atuais, a escola de formação em tecnologia passou todos os programas para a Ironhack Remote, um campus totalmente virtual que permite ter «uma experiência de aprendizagem online, guiada pelos professores de forma interativa, que permitirá aos alunos aprender a programar e começar uma carreira na área tecnológica a partir de qualquer lugar», explica-se.

Estes bootcamps remotos vão ter salas de aulas virtuais, onde professores e alunos interagem em tempo real. O formato prevê também a utilização de ferramentas que permitem aos professores ver o que está nos ecrãs dos alunos e desenhar ou escrever como se estivessem lado a lado, aproximando o mais possível o modelo da versão presencial. 

Claranet alarga oferta Live Training 

Muitas empresas estão também a posicionar recursos para responder às necessidades atuais, ou a fazer um maior esforço de comunicação para dar a conhecer o que já tinham. 

A Claranet Portugal acaba de reforçar a oferta formativa, para ajudar as empresas a manterem os seus planos de formação para os colaboradores em situação de trabalho remoto, explica a tecnológica.

A nova oferta de Live Training Claranet integra mais de duas dezenas de cursos em áreas tecnológicas e certificações técnicas, ministrados pela mesma equipa de formadores das sessões de formação presenciais e mantém todos os materiais oficiais utilizados, garante a Claranet. A oferta atualmente disponível está detalhada aqui.

Os cursos gratuitos da SAP cobrem várias áreas 

Também a SAP está a promover um conjunto de iniciativas para ajudar a aproveitar o tempo e condições impostas pelo novo coronavírus. A plataforma openSAP é a porta de entrada para uma oferta alargada de cursos online gratuitos. Os temas estão alinhados com as principais tendências tecnológicas do momento e visam áreas como robotic process automation (RPA), data science, machine learning, ética na Inteligência Artificial, Internet das Coisas (IoT), sustentabilidade, programação Java, entre outras

«Estes MOOCs empresariais utilizam conceitos comprovados de aprendizagem em sala de aula, incluindo gamification e fóruns de discussão, com pares e especialistas, distribuídos no formato online», explica a fabricante. 

Durante 90 dias, a SAP está ainda a oferecer jornadas de aprendizagem para estudantes universitários, com acesso ao sistema e certificação mundial da SAP. Na prática, estão disponíveis conteúdos para quatro áreas de aprendizagem (SAP S/4HANA, SAP S/4HANA Cloud Finance, SAP SuccessFactors Employee Central e Modeling in SAP HANA) que ajudam a preparar jovens interessados em fazer carreira no ecossistema SAP para o exame que dá acesso às certificações SAP. Mais informação aqui.

A Microsoft tem um site do mesmo género com vários percursos de aprendizagem disponíveis, direcionados a diferentes perfis de utilizadores, desde iniciados a mais experientes, onde também é possível fazer a preparação para a certificação em tecnologias Microsoft. Pode saber mais aqui.  

Interessado em marketing ou cursos de universidades portuguesas?

Se o marketing é uma das suas áreas de interesse, esta também é uma boa altura para aprender mais sobre o tema e sobre como potenciar o uso de um conjunto de ferramentas digitais neste domínio, para fazer melhores negócios e ter clientes mais satisfeitos. 

Uma das iniciativas que pode aproveitar é este curso gratuito, ministrado por Frederico Carvalho, co-autor do livro Marketing Digital para Empresas – Guia prático para aumento das vendas e organizador da conferência ClickSummit.  

Em universidades e escolas de negócios portuguesas também pode encontrar vários programas de formação online, em diversas áreas. A Porto Business School, a IMF Business School ou a Universidade Aberta são alguns exemplos. 

Uma última nota para quem precisa de ajuda para descodificar os segredos das ferramentas integradas na suite de produtividade da Microsoft. A Galileu está a promover, também em e-learning, formação em Excel, Word, Outlook e PowerPoint. Quem se inscrever num dos cursos até final de abril, ganha acesso a outra formação em Office. Mais informações aqui.

Se prefere dedicar o tempo livre para aprender a projetos com uma duração mais curta, experimente os webinars. A oferta gratuita é enorme.

Mais sugestões…

Já depois da publicação deste artigo foram surgindo novos programas de formação, como a iniciativa Rumos – Knowledge Sharing, que integra um ciclo de cursos em e-learning, desenhados a pensar em quem quer dar os primeiros passos num conjunto diversificado de áreas TI.

Para inscrições feitas até 24 de abril (e a partir de dia 6), a frequência nestes cursos é gratuita. Os temas são database, systems & networks, security, development, artificial intelligence, ou IoT e poderão ser concluídos num prazo de 60 dias. Mais informação aqui.


Publicado em:

Talento

Partilhe nas Redes Sociais

Artigos Relacionados