Partilhe nas Redes Sociais

GSTEP cresce 71% com impulso no Business Intelligence

Publicado em 13 Março 2017 | 1805 Visualizações

A empresa portuguesa GSTEP superou as suas expectativas de crescimento com um salto de 71% na faturação de 2016, atingindo 5,3 milhões de euros. A especialista em Business Intelligence, Enterprise Performance Management e Business Analytics já tinha revisto em alta as previsões para o último ano, que inicialmente se situavam nos 3,5 milhões de euros, e acabou por superar também o plano revisto.

A área que mais contribuiu para a faturação foi a de Business Intelligence, embora tenha sido no segmento de EPM que se registou o crescimento mais acelerado. Fora de Portugal, o maior salto foi dado nos mercados do sudoeste africano e em Espanha, onde a empresa está a identificar várias oportunidades.

A GSTEP angariou cerca de duas dezenas de novos clientes em mercados variados, o que ajudou ao desempenho no ano fiscal.

Segundo o CEO da empresa, Carlos Cardoso, uma parte importante da estratégia foi o reforço de parcerias com empresas não especializadas nesta área, tanto portuguesas como internacionais. «Estas parcerias levaram-nos a novos clientes, com grande sucesso para as várias partes envolvidas, pelo que continuamos a acreditar que esta é uma fórmula de futuro e que trará muitos mais sucessos para a GSTEP e os seus parceiros», afirma o responsável.

Sem referir qual o peso dos negócios fora de portas, o CEO vai dizendo que os bons resultados nalguns mercados são o resultado da aposta de internacionalização da empresa. Carlos Cardoso diz que a atividade internacional «está mais visível e com um volume significativo».

 

GSTEP vai contratar

Com o fecho dos resultados de 2016, os objetivos para este no passam por um crescimento na estrutura de recursos humanos da empresa. O CEO indica que o objetivo é contratar e reforçar os quadros em cerca de 15%. As áreas preferenciais serão Business Intelligence, EPM e Business Analytics.

Além disso, a GSTEP está a reforçar o investimento em formação e certificação dos  colaboradores junto dos parceiros tecnológicos. Nos últimos meses atingiu uma média de 2 certificações por mês, algo que deverá continuar.

Em termos de expansão, o intuito é continuar a apostar nos mercados externos. Carlos Cardoso sublinha a atenção ao «Sudoeste Africano, em Espanha e na Europa Ocidental». O principal propósito em 2017 é o reforço da posição da GSTEP no mercado espanhol.

 


Publicado em:

Negócios

Partilhe nas Redes Sociais

Artigos Relacionados