Partilhe nas Redes Sociais

HPE compra startup Niara e reforça portfólio de segurança ClearPass

Publicado em 13 Fevereiro 2017 | 1489 Visualizações

Num negócio em que não foram revelados os termos financeiros, a Hewlett-Packard Enterprise (HPE) comprou a startup de segurança Niara, uma especialista em analítica comportamental que. Com sede em Sunnyvale, Califórnia, a empresa ganhou destaque nesta área emergente conhecida por UEBA – User and Entity Behavior Analytics – e será integrada dentro da HPE Aruba, a divisão que fornece soluções de acesso. O objetivo, segundo a HPE, é reforçar o portfólio de segurança de redes ClearPass. E é também uma entre várias aquisições que a gigante norte-americana fez recentemente para alavancar a sua posição em vários segmentos, numa estratégia de longo prazo em áreas chave. É a terceira compra de 2017, depois da SimpliVity no sector da infraestrutura hiperconvergente e da Cloud Cruise, que fornece software de análise aos consumos na nuvem.

«Com esta transação, continuamos a inovar com soluções definidas por software para melhor proteger os negócios e dados IoT dos nossos clientes», disse Keerti Melkote, vice-presidente sénior e diretor geral da HPE Aruba. «Com a expectativa de mais de 20 mil milhões de dispositivos conectados às redes até 2020, a segurança é a preocupação número um dos nossos clientes. Combinar o software analítico de nova geração da Niara com o portfólio de segurança de rede ClearPass vai entregar o sistema de visibilidade e deteção de ataques mais completo da indústria», garantiu o executivo, numa declaração ambiciosa.

O que a Niara faz é ajudar as empresas a detetarem ciberataques depois de uma violação do perímetro de segurança. A especialista usa machine learning e analítica para descobrir os ataques: primeiro estabelece padrões de comportamento normais para todos os utilizadores e dispositivos, e depois procura anomalias e inconsistências, que podem sinalizar uma violação de segurança. Segundo Melkote, a investigação de incidentes de segurança individuais pode levar até 25 horas se forem usados processos manuais; com esta solução, a análise é feita em cerca de um minuto, em quatro cliques.

A aquisição também é relevante no que trará à HPE em termos de equipa. Os co-fundadores da Niara, o CEO, Sriram Ramachandran e o vice-presidente de engenharia, Prasad Palkar, tal como vários outros engenheiros, foram responsáveis pelo desenvolvimento de tecnologias centrais do sistema operativo ArubaOS, incluindo autenticação e encriptação. Melkote diz que é o regresso de «velhos amigos», que estiveram nos primeiros tempos da Aruba, no início da década de 2000, e por isso não terão dificuldade na integração. Isto é, os responsáveis da Niara conhecem as redes dos clientes da HPE Aruba, conhecem as suas soluções e isso facilitará a combinação das plataformas. A HP comprou a Aruba Networks em 2015, ainda antes da sua separação oficial em duas empresas, da qual resultou a Hewlett-Packard Enterprise.

Em maio do ano passado, a Gartner inclui a Niara no relatório «Cool Vendors in UEBA 2016.»

 

 


Publicado em:

Negócios

Partilhe nas Redes Sociais

Artigos Relacionados