Partilhe nas Redes Sociais

PUB

GMV: Innovating solutions in Cybersecurity

IBM investe em quatro novos centros de dados

Publicado em 2 Agosto 2017 por Ntech.news - Rui da Rocha Ferreira | 175 Visualizações

IBM Data Center

O crescimento de novas áreas de negócio como a Internet das Coisas, o blockchain e a inteligência artificial, aliado à forte procura que já existe por serviços de cloud computing em áreas como o big data e a analítica, tem levado a IBM a investir na criação de novos centros de dados. Hoje a tecnológica norte-americana anunciou quatro novos empreendimentos.

Dois vão estar localizados em Londres, no Reino Unido, um em San Jose, nos EUA, e o quarto em Sydney, na Austrália. O novo investimento eleva para quase 60 o número de centros de dados cloud que a IBM tem espalhados num total de 19 países.

No caso dos clientes do continente europeu, a IBM utiliza a seu favor o facto de ser uma empresa que já respeita as regras definidas no código de conduta de proteção de dados da União Europeia para fornecedores de serviços cloud. Numa altura em que várias empresas estão a preparar-se para as exigências da nova regulamentação de proteção de dados, este pode ser um factor que acaba por fazer a diferença na escolha das empresas.

«A IBM opera centros de dados de cloud em quase todos os principais mercados no mundo, assegurando que os nossos clientes podem manter os seus dados locais por um conjunto de razões – incluindo segurança, desempenho ou requisitos regulatórios”, salienta em comunicado o líder de serviços de infraestrutura cloud da IBM, John Considine.

Segundo dados da consultora IDC, estima-se que os gastos mundiais em serviços de cloud pública e infraestruturas devem atingir os 266 mil milhões de dólares em 2021. A mesma IDC revelou recentemente um relatório no qual estima que o investimento em TIC atinja os 5,5 biliões de dólares no período compreendido entre 2015 e 2020, muito graças à aposta em novas tendências tecnológicas: Internet das Coisas, robótica, realidade aumentada, realidade virtual, segurança informática e inteligência artificial.


Publicado em:

Atualidade

Partilhe nas Redes Sociais

Artigos Relacionados