Partilhe nas Redes Sociais

PUB

IBM paga 34 mil milhões de dólares

Publicado em 15 Julho 2019 por Luísa Dâmaso | 401 Visualizações

Já está! Quase um ano depois de anunciarem o negócio, a IBM e a Red Hat deram por concluída a transação na qual a IBM adquire todas as ações ordinárias emitidas e em circulação da Red Hat por 190 dólares por ação, representando um valor patrimonial total de aproximadamente 34 mil milhões de dólares.

As duas empresas garantem que juntas vão «acelerar a inovação oferecendo uma plataforma multicloud híbrida de última geração, com base em tecnologias de código aberto, como Linux e Kubernetes, que vai permitir às empresas implementarem e gerirem em segurança dados e aplicações bem como, múltiplas clouds públicas e privadas.»

Jim Whitehurst, presidente e CEO da Red Hat, revela que nas suas conversas com os clientes, os desafios são claros: «Eles precisam de rapidez e de se diferenciar pela tecnologia utilizada. Querem mais culturas colaborativas e necessitam de soluções que proporcionem flexibilidade para criar e implementar qualquer aplicação ou modelo de negócio.»

A Red Hat será uma unidade distinta dentro da IBM, como parte do segmento de cloud e software Cognitivo da IBM.

Ginni Rometty, presidente e CEO da IBM, confirma que a IBM e a Red Hat estão «perfeitamente alinhadas para dar resposta a estas necessidades. A IBM, como fornecedor líder da cloud híbrida, pretende ajudar os clientes a definir os fundamentos tecnológicos do seu negócio nas próximas décadas».

Com a Red Hat, a IBM adquire uma das empresas de software mais importantes do setor de TI. O modelo de negócio pioneiro da Red Hat ajudou a trazer o código aberto – incluindo tecnologias como Linux, Kubernetes, Ansible, Java, Ceph e muitos outros – para o mainstream das empresas. Hoje, o Linux é a plataforma mais usada para desenvolvimento. Apenas o Red Hat Enterprise Linux deverá contribuir com mais de 10 triliões de dólares em receitas de negócios globais em 2019.
A IBM irá manter a sede da Red Hat em Raleigh, Carolina do Norte, as suas instalações, marcas e práticas. A Red Hat será uma unidade distinta dentro da IBM, como parte do segmento de cloud e software Cognitivo da IBM. Jim Whitehurst e a sua atual equipa continuarão aos comandos da tecnológica, ainda que Whitehurst passe a fazer parte da equipa de gestão da IBM, reportando a Ginni Rometty.

As duas empresas garantem que a missão da Red Hat e o compromisso inabalável com o código aberto permanecerão inalterados, e que a Red Hat continuará a oferecer a escolha e a flexibilidade inerentes a ambientes de TI de código aberto e híbridos. Em termos de parcerias já firmadas ou novas, parece estar certo que a ordem é para a Red Hat continuar a construir e expandir as suas parcerias, incluindo aquelas com grandes fornecedores de cloud, como Amazon Web Services, Microsoft Azure, Google Cloud e Alibaba.



Publicado em:

Negócios

Partilhe nas Redes Sociais

Artigos Relacionados