Partilhe nas Redes Sociais

InnoTech quer faturar 7 milhões de euros este ano e contratar mais 50 pessoas 

Publicado em 19 Julho 2023 | 492 Visualizações

A InnoTech quer terminar o ano com 200 colaboradores e para alcançar a meta vai contratar mais 50 colaboradores, que vão ajudar a suportar a expansão internacional da empresa e aumentar a equipa para 200 pessoas. Depois de no ano passado ter nomeado um Business Developer Manager, que desempenha funções a partir de França, a empresa aponta agora baterias à Europa Central, com os seus serviços de nearshore.  

Em 2022, a portuguesa InnoTech faturou 4,6 milhões de euros, um valor que dobrou o volume de negócios do ano anterior. Este ano estima alcançar uma faturação de 7 milhões de euros. A área de IT Consulting tem sido aquela que mais cresce, num universo de serviços prestados a mais de 30 clientes, em sectores como a banca e seguros, retalho, transportes e telecomunicações.

Em Portugal está prevista a abertura de um novo escritório no norte do país, para dar suporte à operação. A equipa da InnoTech é constituída sobretudo por especialistas em desenvolvimento e programação web, com destaque tanto para o stack Microsoft, como JAVA e OutSystems.

A área de OutSystems é aquela que mais tem crescido “de tal forma que começámos este ano a formar, em academia interna, profissionais nesta área, contando só no primeiro semestre do ano com a contratação de mais de 15 profissionais para trabalhar em low-code”, como explica o CEO José Padre Eterno.

A InnoTech opera segundo um modelo de trabalho híbrido e explica que a formação permanente é um dos principais elementos da sua estratégia de retenção de talento, dando acesso ilimitado aos colaboradores à plataforma de formação e-learning da Udemy Business, com mais de 14.000 cursos disponíveis, em diferentes línguas e áreas. 

“Financeiramente, cumprimos sempre a nossa política de equidade salarial, respeitando a formação, experiência, competências técnicas e soft-skills do profissional. Para nós é simples: o mesmo salário para as mesmas competências e responsabilidades”, acrescenta José Padre Eterno.

Estas políticas são complementadas com benefícios flexíveis, eventos com as famílias e iniciativas de responsabilidade social. 


Publicado em:

Negócios

Partilhe nas Redes Sociais

Artigos Relacionados