Partilhe nas Redes Sociais

Intel vai investir 80 mil milhões de euros na Europa. Começa com duas fábricas na Alemanha

Publicado em 17 Março 2022 | 600 Visualizações

Nos próximos 10 anos, a Intel planeia investir 80 mil milhões de euros para criar uma cadeia de abastecimento de semicondutores na Europa. Isto inclui investimento em fábricas próprias, mas também em investigação e em áreas desta cadeia de valor, onde a empresa dos Estados Unidos não opera diretamente. Estes investimentos vão distribuir-se pela Alemanha, França, Irlanda, Itália, Polónia e Espanha, revelou a companhia.   

O primeiro investimento vai ser feito na Alemanha, na construção de duas fábricas de chips que começam a ser construídas já no próximo ano e que vão absorver um investimento de 17 mil milhões de euros, mas a primeira fase de investimento prevista é maior e deverá chegar aos 33 mil milhões de euros. A empresa calcula que daqui resultem 5.500 novos empregos. Neste momento, a Intel conta com 10 mil colaboradores na União Europeia.  

As novas fábricas na Alemanha devem começar a operar em 2027 e vão desenvolver chips para as linhas de produto da fabricante, mas também para fornecer aos clientes da empresa, que há cerca de um ano lançou uma nova unidade de negócio dedicada à produção para terceiros. 

A Europa está empenhada em trazer de volta para a região a capacidade de produção de chips que foi perdendo ao longo dos últimos anos e em atrair novos investimentos nesta área. A meta, até 2030, é duplicar a quota de mercado mundial da região no fabrico de semicondutores, passando dos atuais 10% para 20%. 

O European Chip Act, anunciado em fevereiro, põem em marcha um plano para a afirmação do sector europeu de semicondutores, apoiado num investimento de 43 mil milhões de euros, entre fundos públicos e privados. 


Publicado em:

Atualidade

Partilhe nas Redes Sociais

Artigos Relacionados