Partilhe nas Redes Sociais

Investimento da Konica Minolta em R&D chega aos 650 milhões de euros

Publicado em 9 Agosto 2017 por Ntech.news - Rui da Rocha Ferreira | 142 Visualizações

Konica Minolta

No início de julho a Konica Minolta anunciou a aquisição da Ambry Genetics, uma empresa norte-americana de diagnósticos médicos. Em primeira análise este poderia não ser um negócio que associássemos à gigante japonesa, mas a aquisição avaliada em mil milhões de dólares deixa uma ideia bem clara – o quão séria é a aposta da Konica Minolta na diversificação do seu negócio e acima de tudo no seu rejuvenescimento.

Num comunicado enviado à imprensa, a Konica Minolta diz que o seu orçamento para investigação e desenvolvimento (R&D na sigla em inglês) é de 650 milhões de euros, um valor considerável e que vai ser aplicado acima de tudo nas seguintes áreas: automação de informação, saúde, tecnologias empresariais e workplace digital.

Além dos processos de aquisição, a Konica Minolta tem reforçado a sua aposta nos Business Innovation Centres (BIC), centros de R&D que estão espalhados por diferentes continentes – América, Ásia e Europa – e que têm como missão identificar áreas de crescimento e criar novos produtos.

«’Dar forma às ideias’ é o slogan que nos acompanha e que melhor nos identifica. É o que nos move. Mesmo quando olhamos para o mundo digital, este slogan transporta-nos para a realidade aumentada, por exemplo, onde inúmeros projetos já estão em desenvolvimento», adianta em comunicado Milan S. Lakhani, líder dos BIC.

Recorda-se que em 2016 a Konica Minolta conseguiu em Portugal o seu melhor ano de sempre: obteve um crescimento de 5,5% para um total de 24,7 milhões de euros em receitas.


Publicado em:

Mobilidade

Partilhe nas Redes Sociais

Artigos Relacionados