Partilhe nas Redes Sociais

Mais de metade das vendas B2B vão ser impulsionadas por canais digitais em dois anos

Publicado em 10 Junho 2022 | 131 Visualizações

negócio vendas crescimento resultados

Nos últimos dois anos, 60% dos comerciantes inquiridos numa pesquisa da Salesforce adotaram novos canais de venda e interação com os clientes, embora quatro quintos estejam ainda numa fase inicial desses esforços. A pesquisa também mostra que apenas 41% dos comerciantes se consideram completamente preparados para lidar com canais emergentes.

A motivar o investimento em novos canais de venda digitais está sobretudo a expectativa de aumentar vendas. Em 2020, 30% das receitas de comércio já vieram dos canais digitais. Em 2024, essa fatia deve ascender a 54%. No universo das empresas (B2B), a expectativa é que mais da metade (52%) das receitas de organizações que vendem para clientes empresariais sejam impulsionadas por via digital nos próximos dois anos. Quem vende online para empresas (88% dos inquiridos), por seu lado, acredita que em dois anos os clientes vão passar a fazer pedidos online maiores e mais complexos. 

As plataformas de vendas mais populares, para além dos sites das próprias empresas, tendem a ser marketplaces como o da Amazon ou da Alibaba, ainda que 37% das empresas admitam que é uma prioridade implementar os seus próprios marketplaces. 

 Os meios de pagamento disponíveis também têm evoluído, e para além dos habituais  cartões de crédito e transferências bancárias, têm ganho tração opções como o PayPal, ApplePay, ou o parcelamento de pagamento (Compre agora, pague depois), disponível em metade das lojas analisadas. A expectativa é de que estas opções cheguem cada vez a mais lojas e no prazo de dois anos estejam em nove em cada 10. 

Alternativas mais disruptivas, como as criptomoedas, são opção de pagamento em 30% das lojas analisadas, embora 45% das empresas que ainda não dispõem da opção garantam que têm intenção de a integrar. Entre os maiores obstáculos à adoção de novas formas de pagamento está o receio de fraudes, logo seguidas das reticências motivadas pelas despesas adicionais. 

O estudo State of Commerce foi realizado a partir da análise do comportamento de mais de mil milhões de consumidores de e-commerce, associados à plataforma Commerce Cloud e de 4 mil clientes da empresa na área do comércio. 

Outro estudo da Salesforce tinha já mostrado que 60% das interações com os clientes acontecem agora online e mais de metade destes clientes (53%) preferem comprar em canais digitais, uma tendência liderada pelos millennials e pela geração Z.


Publicado em:

Atualidade

Partilhe nas Redes Sociais

Artigos Relacionados