Partilhe nas Redes Sociais

Mercado financeiro na mira da Deloitte

Publicado em 5 Maio 2017 por Ana Rita Guerra | 450 Visualizações

A Delloite e a especialista em gestão financeira BlackLine estabeleceram uma aliança para fornecer soluções de automação de processos de contabilidade. O objetivo é ajudar os responsáveis de controlo das empresas e departamentos financeiros a reduzirem ineficiências e erros, além de melhorar a abordagem de conformidade legal e fornecer insights úteis à estratégia de negócio. Para a Deloitte, será uma oportunidade de melhorar a sua oferta de Digital Controllership, combinando as suas soluções de automação financeira com as tecnologias Finance Controls & Automation e Intercompany da BlackLine.

Kyle Cheney, partner da Deloitte Risk and Financial Advisory na Deloitte & Touche, afirma que há dois problemas a resolver quando os processos de reporting e sistemas financeiros são ineficazes. Primeiro, os processos manuais de back-end e os controlos de deteção requerem «força bruta» pelos responsáveis de contabilidade, que frequentemente são chamados a mitigar o risco de erros nos relatórios financeiros. Segundo, as transações dentro da companhia sofrem ineficiências que elevam os custos da gestão financeira, ao mesmo tempo que desperdiçam o talento. “Tanto os erros de reporte quanto a ineficiência podem resultar em grandes desafios para os diretores financeiros, além de custos tremendos para as organizações e os seus acionistas”, sublinha.

No ano passado, a Deloitte divulgou um estudo no qual apenas 9,2% dos inquiridos afirmaram que as suas empresas têm enquadramentos contabilísticos internos abrangentes e eficientes. A premissa é que uma plataforma de automação financeira permite visibilidade consistente sobre as transações internas, o que levará a maior eficiência, menor risco e maior aproveitamento de dados que antes estavam escondidos.

«A nossa aliança estratégica com a Deloitte é valiosa e complementar», descreve Therese Tucker, CEO da BlackLine. «Juntos, vamos continuar a ajudar os nossos clientes a automatizarem e acelerarem processos financeiros complexos, aumentando as eficiências operacionais ao mesmo tempo que facilitam a conformidade e a governança».

Tucker referiu também que esta é uma oportunidade para que os departamentos financeiros se tornem consultores estratégicos do negócio, libertando os contabilistas de tarefas manuais e repetitivas, de forma a poderem endereçar atividades de maior valor acrescentado.

O CEO da Deloitte Risk and Financial Advisory, Chuck Saia, acrescentou que os membros dos conselhos de administração e diretores executivos esperam agora que todas as áreas da empresa descubram e partilhem insights que ajudem ao crescimento. «A transformação da função financeira com mais eficiência, que aproveita tecnologias de gestão de risco e governança, pode ajudar os nossos clientes no controlo, risco e foco financeiro nos níveis mais elevados dos esforços estratégicos», destacou o executivo.


Publicado em:

Negócios

Partilhe nas Redes Sociais

Artigos Relacionados