Partilhe nas Redes Sociais

Microsoft Cloud vai permitir limitar dados ao espaço da União Europeia

Publicado em 15 Dezembro 2022 | 177 Visualizações

cloud

Em janeiro do próximo ano, a Microsoft avança com o seu «Plano de Limitação de Dados no espaço da União Europeia para a Microsoft Cloud», que chegará ao terreno de forma faseada. A implementação deste plano vai ao encontro das preocupações com a soberania dos dados, que tem vindo a afirmar-se como um tema central na Europa, numa altura em que os serviços cloud são cada vez mais usados pelas empresas e que quem os fornece tem grande parte das operações fora do continente.

Como explica a empresa, esta é uma solução de localização dos dados que dará «aos clientes da Microsoft a capacidade de armazenamento e processamento de dados dentro do espaço da UE para os serviços Microsoft 365, Azure, Power Platform, e Dynamics 365[…] reduzindo consideravelmente os fluxos de dados para fora da Europa».

Com este plano, a Microsoft promete dar cada vez mais garantias às empresas e aos clientes do sector público de que os dados geridos através da sua cloud permanecem dentro das fronteiras da Europa, e como tal são processados e guardados seguindo as diretrizes do Regulamento Geral da Proteção de Dados.

Vão ter acesso a esta solução de localização de dados as empresas no espaço da União Europeia (EU) e da Associação Europeia de Comércio Livre (EFTA). Progressivamente, a Microsoft pretende ir estendendo a mais dados e a mais serviços o seu plano de limitação para os dados processados e armazenados através das soluções que integram a Microsoft Cloud.


Publicado em:

Atualidade

Partilhe nas Redes Sociais

Artigos Relacionados