Partilhe nas Redes Sociais

Mobilidade dinamiza receitas do Facebook

Publicado em 4 Maio 2017 por Ana Rita Guerra | 381 Visualizações

A rede social de Mark Zuckerberg reportou resultados financeiros acima das expectativas do mercado, com grande foco no crescimento das receitas provenientes dos aníncios. O crescimento foi de 51% no primeiro trimestre, totalizando 7,85 mil milhões de dólares. A diretora de operações da empresa, Sheryl Sandberg, revelou na conference call com analistas que os anúncios mobile aumentaram o seu peso para 85%, um marco notável para a rede social.

Sandberg também revelou que o Facebook tem agora cerca de cinco milhões de anunciantes ativos, que colocam anúncios mensalmente. O número total de empresas com páginas oficiais no Facebook é de 70 milhões.

Nos primeiros três meses do ano, o volume de negócios cresceu 49% para 8,03 mil milhões de dólares, acima do que os analistas previam. Os lucros tiveram uma subida ainda maior: 76% para 3,06 mil milhões de dólares, ou 1,04 dólares por ação. Os analistas previam, em média, lucros por ação de 87 cêntimos.

Apesar dos números bastante positivos, o Facebook avisou que o crescimento das receitas publicitárias deverá abrandar o ritmo nos próximos trimestres. A consultora eMarketer estima que a rede social registe receitas publicitárias de 36,29 mil milhões de dólares em todo o ano fiscal de 2017 – o que a tornará na segunda maior empresa de publicidade do mercado, atrás da líder Google. A firma também prevê que só o Instagram obtenha receitas de 3,92 mil milhões este ano.

Para os próximos trimestres, o Facebook prevê um aumento “significativo” das despesas, depois de estas terem recrudescido 40% desde o início do ano. Talvez isso explique porque é que as ações estiveram a cair 3% nas trocas fora de horas, após a divulgação de resultados.

Este foi um trimestre em que a rede social viu o seu número de utilizadores diários crescer para 1,28 mil milhões, mais 18% em relação ao mesmo trimestre do ano passado. Já o número de utilizadores ativos mensais atingiu os 1,94 mil milhões.

«Tivemos um bom início de ano em 2017», resumiu o fundador e CEO, Mark Zuckerberg. «Continuamos a desenvolver ferramentas para suportar uma forte comunidade global».


Publicado em:

Negócios

Partilhe nas Redes Sociais

Artigos Relacionados