Partilhe nas Redes Sociais

PUB

Mobilidade sustentável: a proposta que a Flow quer levar ao mundo já muda empresas em Portugal

Publicado em 27 Julho 2020 por Cristina A. Ferreira - Ntech.news | 177 Visualizações

A Flow anunciou recentemente o lançamento um sistema de gestão de mobilidade sustentável que apresenta como pioneiro. A solução está direcionada para empresas e organismos que pretendam implementar programas de mobilidade orientados para a redução de emissões de gases com efeito estufa.

Como explica a empresa, a solução está suportada numa plataforma de gestão de mobilidade sustentável, que é «uma base tecnológica que coordena ativos móveis e utilizadores para fornecer dados em tempo real», a partir de dispositivos IoT integrados nesse ativos. Nesta interface recolhe e trata informação sobre a forma como cada veículo é utilizado, estações de carregamento ou outros elementos do ecossistema de mobilidade de uma empresa.

Em conversa com o Ntech.news, Jane Hoffer, CEO da tecnológica, adianta que o lançamento deste sistema de gestão da mobilidade surge num momento em que a tecnologia da empresa é já usada em 4.000 veículos e 4.500 estações de carregamento, números que consolidam a presença no mercado e abrem caminho a novos objetivos e metas, materializados na criação de uma plataforma integradora das soluções que a empresa tem vindo a entregar ao mercado.

Uma nova visão para a gestão da mobilidade nas empresas

A proposta é posicionada pela empresa como uma via para reduzir custos de mobilidade, melhorar a experiência de clientes e colaboradores e reduzir a pegada de carbono, alinhada com uma Gestão de Recursos de Mobilidade Sustentável. Por outras palavras, reúne um conjunto de ferramentas que permitem às empresas colocar no terreno uma abordagem assente numa gestão estratégica dos seus recursos de mobilidade e na monitorização e tratamento de todos os dados que essa utilização possa gerar, numa perspetiva integrada e alinhada com objetivos de negócio.

Estas ferramentas são na prática as soluções que a Flow já tinha no mercado e que cobrem as seguintes áreas: Mobility Planning, Energy Management, Fleet Management, Mobility Services e Transaction Management, agora integradas numa plataforma única, centrada nos dados.

Jane Hoffer fala das experiências com clientes para ilustrar os maiores benefícios que a tecnologia pode trazer às empresas e começa por destacar as vantagens do planeamento inteligente: «com o Plano de Mobilidade Flow, as empresas e cidades podem criar um plano de despesas de capital inicial para o que querem fazer hoje e para o que vão precisar amanhã».

Resultados testados com os desafios da Covid-19

Este planeamento permite configurar as necessidades de frota tendo em conta qualquer novo requisito – acrescentar rotas, identificar os veículos mais baratos tendo em conta os custos atuais de combustíveis, ou encaixar o transporte de colaboradores em veículos privados, continua a responsável.

Em contextos menos previsíveis também se tem revelado um recurso importante. Um dos clientes da Flow é uma empresa de distribuição alimentar, que usou a solução para redesenhar rotas e cargas durante o pico da Covid-19, para conseguir fazer face ao aumento de pedidos de entrega ao domicilio. O planeamento inteligente da utilização dos veículos, converteu-se numa melhoria de 25% nas rotas de distribuição, usando a mesma frota.

«Esta abordagem única dá aos clientes Flow insights em tempo real de cada ponto de recolha de dados no seu ecossistema de mobilidade dando-lhes a possibilidade de tomar decisões mais rápidas e inteligentes sobre a forma como as suas frotas e infraestruturas de transportes estão a ser usadas», sublinha Jane Hoffer.

Orientar a mudança para os colaboradores

No universo atual de clientes da Flow há diferentes abordagens ao tema da mobilidade sustentável, que se refletem também em projetos com percursos bem distintos. «Muitos clientes começam com a gestão de energia, para implementar uma infraestrutura de carregamento rentável e bem planeada para os seus veículos elétricos existentes e para crescer à medida que acrescentam mais», explica Jane.

Outros escolhem abordagens diferenciadoras. «Um dos nossos novos clientes é uma grande empresa portuguesa que trabalha connosco na conceção e implementação de um programa de mobilidade orientado para os funcionários», revela a gestora. O grande mote, neste caso, está em «tornar mais fácil e gratificante para os seus empregados a compra de um veículo híbrido ou elétrico, ou a utilização de transportes verde para ir e regressar do trabalho».

A Flow soma neste momento 50 colaboradores, a maioria em Matosinhos, onde está também a sede da empresa, e está a contratar para reforçar a equipa. Os planos de internacionalização estão no centro da estratégia, a começar por Espanha. Segue-se a Europa e, quem sabe, o resto do mundo, admite Jane Hoffer, sublinhando que este continuará a ser um caminho feito sempre à procura de parceiros que «partilhem o compromisso de mudar para melhor e mais amiga do ambiente, a forma como as pessoas se deslocam».

A Flow está no mercado desde 2010. Resulta de uma parceria entre o CEIIA – Centro de Engenharia e Desenvolvimento e a Galp, que em 2019 adquiriu uma participação maioritária na empresa e trocou a designação original GoWithFlow para Flow.


Publicado em:

Atualidade

Partilhe nas Redes Sociais

Artigos Relacionados