Partilhe nas Redes Sociais

NEC já trabalha no 6G 

Publicado em 22 Junho 2022 | 20 Visualizações

O 5G ainda está em implementação, mas as empresas do sector já começaram a trabalhar na próxima geração móvel. A NEC anunciou que está a colaborar com a NTT Docomo e com a NTT – Nippon Telegraph and Telephone Corporation em ensaios experimentais do sistema de comunicações móveis de 6ª geração.

O plano é avançar com os desenvolvimentos necessários para estabilizar a tecnologia e permitir que a Docomo e a NTT lancem serviços sobre 6G já em 2030. 

O 6G vai permitir atingir velocidades entre 10 a 100 vezes superiores às do 5G, que em si já representa um avanço significativo face ao 4G. A próxima geração da tecnologia móvel vai também trazer vantagens ao nível do consumo energético, que terá uma relação de 1 para 100, na comparação com o 5G, para além de permitir assegurar um espectro de cobertura também ele bastante superior. 

As empresas estão a trabalhar numa tecnologia MIMO distribuída, que recorre à banda dos 6 GHz ou superior, até bandas sub-terahertz, para assegurar transmissões multiplex OAM, que permitem aumentar o número de sinais de dados a serem transmitidos ao mesmo tempo em diferentes ondas de rádio. 

Já as tecnologias de transmissão MIMO (Multi Input Multi Output) distribuídas – entre as antenas de estações base dispersas numa área e os terminais dos utilizadores – potenciam a estabilidade da comunicação mesmo em bandas de frequência mais elevadas, que são mais permeáveis às interferências dos materiais nos locais envolventes. 

A NEC explica que está ainda a trabalhar em investigação na área das tecnologias de hardware, para reduzir o tamanho e o consumo de energia dos sistemas 6G, em tecnologias de formação de feixes de alta precisão, métodos de transmissão e modelos de propagação adequados para bandas de alta frequência. A inteligência artificial é uma das ferramentas usadas nestes projetos, aplicada à otimização e processamento de sinais.


Publicado em:

Mobilidade

Etiquetado:

6GDocomoNECNTT

Partilhe nas Redes Sociais

Artigos Relacionados