Partilhe nas Redes Sociais

Sistema de reconhecimento facial da NEC usado na prevenção de crimes no País de Gales

Publicado em 8 Agosto 2017 por Ntech.news - Rui da Rocha Ferreira | 154 Visualizações

NEC NeoFace Watch

Recentemente um homem de 34 anos foi detido em Cardiff, no País de Gales, depois de ter fugido da prisão. Mas esta não foi uma detenção qualquer: foi uma detenção possibilitada por um sistema de reconhecimento facial, pois o indivíduo em questão já tinha conseguido passar despercebido por vários agentes da polícia.

A detenção foi feita pela polícia do Sul do País de Gales, uma entidade que agora é cliente da NEC e do seu sistema de reconhecimento facial NeoFace Watch. O primeiro teste de fogo desta integração tecnológica foi feito em junho, durante a final da Liga dos Campeões de futebol.

Na altura a tecnologia de reconhecimento facial foi colocada em zonas críticas e de grande fluxo – como estações de meios de transporte – para ajudar na monitorização de 170 mil pessoas que estiveram na cidade de Cardiff para o grande evento desportivo.

Uma das vantagens do NeoFace Watch é que permite não só a análise de imagem em tempo real, como também consegue analisar conteúdo em vídeos já gravados. No caso da polícia galesa a ferramenta de análise está a ser usada para identificar criminosos e suspeitos, como também na tentativa de encontrar pessoas que estão dadas como desaparecidas.

Para potenciar a utilização do sistema informático, a ferramenta da NEC vai ter acesso à base de dados da polícia do Sul de Gales que tem 500 mil fotografias disponíveis.

«Atualmente o sistema de reconhecimento facial NeoFace Watch está implementado em 47 países e é usado por um grande número de organizações governamentais e comerciais. A NEC está empenhada em fornecer soluções com valor para a sociedade e continuará a propor soluções novas e inovadoras, usando o reconhecimento facial, tanto no Reino Unido como em todo o mundo», afirmou em comunicado o responsável da NEC Europe por soluções de reconhecimento facial, Chris de Silva.


Publicado em:

Projetos

Partilhe nas Redes Sociais

Artigos Relacionados