Partilhe nas Redes Sociais

O que vai mudar com a 6ª Geração Intel Core

Publicado em 14 Outubro 2015 | 920 Visualizações

O mercado dá as boas vindas aos processadores de 6ª Geração Intel Core. Esta tecnologia representa uma viragem na forma como as pessoas se relacionam com os computadores. Os processadores de 6ª geração Intel Core prometem um desempenho melhorado e novas experiências mais imersivas, recorrendo aos níveis de energia mais baixos de sempre.

 

A compatibilidade com vários tipos de dispositivos – desde os ultras móveis computadores em pens USB, até aos desktops 2-em-1 e às workstations móveis é outro ponto positivo para esta 6ª geração.

 

O Mercado e os fabricantes acreditam que estes processadores poderão representar o regresso ao crescimento no mercado de PCs. Atualmente existem em utilização mais de 500 milhões de computadores com uma idade superior a quatro ou cinco anos. São máquinas de arranque lento, com baterias de pouca autonomia, sem capacidade para aproveitarem todas as novas experiências que estão actualmente disponíveis. Assente na nova micro arquitetura Skylake, da tecnologia de processo de fabrico de 14nm da Intel, os processadores de 6ª Geração Intel Core oferecem mais do dobro do desempenho, o triplo da autonomia da bateria, e uma qualidade gráfica trinta vezes melhor em ambientes de jogos e de vídeo, assegurando experiências perfeitas e sem problemas, comparativamente àquelas oferecidas pelos computadores com mais de cinco anos.

 

Em termos de design, os modelos podem ter metade da espessura e do peso, podem contar com um tempo de arranque muito mais rápido e uma autonomia de bateria que dura virtualmente todo o dia.

 

Os processadores Intel Core de 6ª Geração permitem à Intel corresponder às necessidades dos vários modelos de dispositivos, prometendo, por exemplo, «o dobro do desempenho dos tablets topo de gama», e incluindo as categorias da marca Intel Core m3, m5 e m7 para oferecerem às pessoas mais opções de escolha em termos de dispositivos com Intel Core m.

 

O segmento Intel Compute Stick será também alargado com uma versão baseada na 6ª geração de processadores Intel Core M. Esta geração de processadores Intel inclui ainda algumas novidades para o mercado mobile: um “K” SKU móvel que surge desbloqueado para permitir um overclocking mais controlado pelo utilizador, e um ambiente de multitarefa móvel com uma otimização de até 60%8, bem como a família de processadores Intel Xeon E3 que suporta agora workstations móveis.

 

Adicionalmente, a família da 6ª Geração de processadores Intel Core e as plataformas Intel Xeon oferecem uma grande variedade de novos desempenhos e experiências. Mais dispositivos incluirão o Thunderbolt com USB tipo C, uma única entrada universal. Estará também disponível uma câmara Intel RealSense em vários computadores portáteis e desktops 2-em-1, que permite a captura e partilha de selfies realistas em 3D. As pessoas podem ainda digitalizar e inserir objetos comuns do dia-a-dia, ou mesmo uma imagem delas próprias, no seu jogo favorito, ou remover e alterar facilmente o ambiente de fundo durante um chat de vídeo.

 

A nova plataforma pressupõe, também, o avançar da iniciativa da Intel No Wires para disponibilizarem a melhor experiência de ecrã sem fios atualmente possível com Intel WiDi ou Pro WiDi. Esta tecnologia permite às pessoas partilharem facilmente conteúdos do PC para a TV, ou para um monitor, sem a complexidade dos fios.

 

A combinação do Windows 10 com a família de processadores Intel Core de 6ª Geração oferece novos recursos como o Cortana e Windows Hello. A True Key  da Intel Security também está disponível para oferecer uma experiência de autenticação mais segura em dispositivos e sites, removendo a necessidade de os utilizadores terem que se lembrar de todas as palavras-passe em cada site.

 

 Nos próximos meses a Intel planeia lançar mais de 48 processadores Intel Core de 6ª Geração, com gráficos Intel Iris e Iris Pro, com a família de processadores para workstations móveis Intel Xeon E3-1500M, e com a 6ª Geração de processadores Intel vPro para o mercado empresarial.

 

Está ainda disponível uma variedade de dispositivos numa gama extensa de formatos, agora e nos próximos meses, em fabricantes de todo o mundo. Além disto, a Intel está a oferecer mais de 25 produtos para a Internet das Coisas com até sete anos de fornecimento de longa duração e de Correção de Erro de Código (ECC) em múltiplos níveis de TDP.

 


Publicado em:

Atualidade

Partilhe nas Redes Sociais

Artigos Relacionados