Partilhe nas Redes Sociais

Portugal é «estratégico» nos planos de crescimento da Deposit Solutions

Publicado em 10 Dezembro 2018 por Ana Rita Guerra | 254 Visualizações

Quase um ano depois da entrada no mercado português, a fintech Deposit Solutions tem quatro parcerias ativas e pretende anunciar mais alguns nomes durante os próximos meses. Foi o que revelou à Ntech.news o diretor geral da empresa alemã, Max von Bismarck, numa altura em que a Deposit Solutions oficializa a sua investida no mercado norte-americano.

«Portugal faz parte do nosso projeto de expansão e desempenha um papel estratégico nos nossos planos de crescimento para o futuro», explicou o executivo. «A nossa estratégia passa por nos afirmamos como uma nova alternativa de financiamento para o sector bancário local e temos trabalhado em conjunto com os bancos tradicionais e banca digital, introduzindo o conceito de Open Banking e as vantagens que este aporta em termos de inovação, escala e diversificação de financiamento.» 

O “open banking” permite que os bancos que entram no ecossistema da Deposit Solutions ofereçam aos clientes uma seleção de produtos de outros bancos sem ser necessário abrir novas contas bancárias. O banco BIG foi o primeiro parceiro português da fintech em Portugal, cujo mercado está inserido na região da Ibéria. O diretor da Deposit Solutions para o território nacional, Ricardo Costa, está sediado em Lisboa e é «o primeiro ponto de contacto para todos os bancos em Portugal.»

O mercado nacional de poupança é mais pequeno que os congéneres europeus e por isso tem menor potencial como fonte de financiamento para os bancos locais, nota Max von Bismarck. É isso que torna o modelo de “Banking-as-a-Service” da empresa atrativo, explica, uma vez que os bancos portugueses que querem expandir o seu mercado «podem facilmente ligar-se» à plataforma de “open banking” da fintech e aceder a depósitos de poupança de clientes de outros bancos em toda a Europa.

«A importância estratégica de Portugal reside na capacidade de os bancos portugueses aumentarem o seu mercado endereçável» resume von Bismarck, garantindo que a oferta «transforma a cadeia de valor bancário» e beneficia os bancos e os clientes.

A fintech alemã vai agora introduzir o sistema nos Estados Unidos, uma expansão que pretende estabelecer a tecnologia de “open banking” como «o novo padrão para o mercado global de depósitos de poupança», que se estima valer nada menos que 50 biliões de dólares. As operações no mercado norte-americano serão conduzidas por contratações locais e supervisionadas pelo recém-nomeado CEO Philipp von Girsewald, um antigo executivo do Deutsche Bank.

No último ano, o volume de depósitos mediados pela Deposit Solutions triplicou e o negócio B2B passou a integrar mais de 80 bancos, o que ajuda a explicar a ronda de financiamento de 100 milhões de dólares em agosto deste ano. Neste momento, a fintech está avaliada em cerca de 500 milhões.

Leia ou releia aqui a entrevista concedida à Ntech.News pelo diretor-geral da Deposit Solutions, a propósito da entrada da empresa em Portugal.


Publicado em:

Atualidade

Partilhe nas Redes Sociais

Artigos Relacionados