Partilhe nas Redes Sociais

Quem quer um futuro na área de BI?

Publicado em 2 Fevereiro 2017 por business intelligence | 1550 Visualizações

Com taxas de crescimento superiores a 50% anuais, a IBM prevê que em 2020 existam 43 vezes mais dados. Segundo a McKinsey, 90% de todos os dados do planeta foram gerados nos últimos 24 meses. Já a revista MIT Technology Review notava em 2013 que apenas 0,5% dos dados existentes eram analisados. Parece assustador não parece? Se considerarmos que este volume de dados é caracterizado por uma diversidade, uma complexidade, formatos e origens sem precedentes, o cenário assusta ainda mais.

O mundo precisa de profissionais de Business Intelligence qualificados que entendam o que necessitam os gestores, que processos empresariais se procuram otimizar ou redefinir, que dados podem aprofundar o conhecimento da realidade das empresas e como recolher, tratar e apresentar esses dados. A fata de profissionais cm estes perfis é hoje sentida um pouco por todos os setores e terá sido um dos principais catalisadores para que a oferta de formação comece a descolar.

Nesse sentido, a Autónoma Academy, o SDG Group, a Qlik e a Olisipo juntaram-se para organizar uma pós graduação em Business Intelligence.

De acordo com Eduardo Cardadeiro, diretor executivo da Autónoma Academy, este é um programa «inovador, com uma vertente teórica e conceptual abrangente e iminentemente prático que visa a criação de competências para especialistas e gestores utilizarem métodos de business analytics».

Com inicio agendado para 16 de março, este curso visa captar jovens licenciados das áreas de informática de gestão, gestão da informação, engenharia informática, matemáticas aplicadas e estatística e para profissionais com experiencia em áreas de controlo de gestão, Competitive intelligence, Chief Data Officer ou Chief Analytics Officer


Publicado em:

Talento

Partilhe nas Redes Sociais

Artigos Relacionados