Partilhe nas Redes Sociais

Receitas da Magic Beans crescem 62% no primeiro semestre

Publicado em 1 Agosto 2022 | 35 Visualizações

A portuguesa Magic Beans encerrou o primeiro semestre deste ano a crescer 62%. Além de aumentar as receitas, a empresa garante que até junho cresceu também o número de clientes e de projetos. 

Orientada para os serviços de aconselhamento em tecnologia para a Cloud, a tecnológica reforçou este ano a aposta na internacionalização e passou a contar com presença direta em sete países. A Europa é o principal foco da expansão internacional, nessa linha, a empresa mantém em aberto a possibilidade de apostar em mais duas novas localizações. 

Liderada por Vítor Rodrigues, a Magic Beans assegura que a formação é uma das grandes apostas para crescer e revela que este ano já investiu em mais de 25 mil horas de formação, sendo que 30% do tempo dos colaboradores é dedicado a esta tarefa. 

A Magic Beans tem parcerias com os principais fornecedores de tecnologias cloud, como a AWS, Microsoft, RedHat, Veeam, VMware, Zendesk e Google. Já este ano foi distinguida como AWS Migration Partner of the Year 2021 Iberia, como AWS Iberian Rising Star Partner of The Year e como AWS Consulting Partner of the Year.

Recorde-se que, em março, a Magic Beans tinha já anunciado a abertura de um escritório na Bélgica. «A opção pela Bélgica, está enquadrada na nossa estratégia de escolhermos países com proximidade geográfica de Portugal, nos quais consigamos de alguma forma operar num momento inicial em complementaridade com um modelo NearShore em Portugal», explicava na altura Vítor Rodrigues.

«Adicionalmente, procuramos mercados maduros, mas que ainda tenham uma margem de grande crescimento para soluções de Cloud. Desta forma, é possível que uma empresa como a Magic Beans consiga ter capacidade de investimento e de competir nestes mercados», acrescentava ainda o responsável. 

Na mesma altura, a empresa avançava com a previsão de faturar este ano 3 milhões de euros e duplicar o número de colaboradores. Em 2021, a empresa faturou 1,6 milhões de euros e contava com 50 colaboradores. 


Publicado em:

Negócios

Partilhe nas Redes Sociais

Artigos Relacionados