Partilhe nas Redes Sociais

PUB

Revolut quer criar 400 postos de trabalho em Portugal

Publicado em 3 Setembro 2019 | 137 Visualizações

No início do ano, a Revolut anunciou a abertura de um centro de suporte em Portugal e a intenção de contratar 70 colaboradores, mas os planos a médio prazo da fintech sediada no Reino Unido e criada por dois empreendedores russos são mais ambiciosos.

A empresa está a criar em Portugal o seu 2º maior centro de suporte internacional. Já lá trabalham 70 pessoas, mas o objetivo é fazer crescer a estrutura até aos 400 colaboradores.  No site da Revolut é possível encontrar várias posições em aberto para Portugal. 

A liderar as operações da Revolut em Portugal vai estar Ricardo Macieira, antigo country lead da Airbnb, que assume agora a responsabilidade de desenvolver o negócio da Revolut em Portugal.  

O investimento em infraestruturas para este novo centro ronda os 4 milhões de euros, revelou a Revolut, que aproveitou também para atualizar o número de utilizadores com que já conta no mercado português e que ascende a 250 mil. A empresa adiantou ainda que o número de contas abertas em Portugal está a crescer a um ritmo de mil por dia. Por toda a Europa, o número de utilizadores dos serviços da Revolut ascende já a 6 milhões. 

O centro português, que está a nascer em Matosinhos, nas antigas instalações da conserveira Amorim Amorim, ocupa um espaço com 4 mil metros quadrados, onde a empresa vai passar a gerir a relação com clientes, reclamações, fazer investigação de transferências, tratar de questões relacionadas com o compliance e o crime financeiro. As obras devem estar concluídas até final do ano. 

«Portugal está a emergir rapidamente como um hub de fintechs na Europa e estamos extremamente orgulhosos em integrar esse movimento com a criação de até 400 novos postos de trabalho», defende Nik Storonsky, fundador e CEO da Revolut. «No ano passado, aquando da minha visita a Lisboa para a Web Summit, ficou muito claro para mim que o país abraçou integralmente os benefícios que a tecnologia financeira tem para oferecer», acrescenta.

Foi ainda anunciado um novo responsável pela operação em Portugal, que a partir de agora terá a responsabilidade de liderar o desenvolvimento de negócio local. A missão foi dada a Ricardo Macieira, que nos últimos cinco anos foi o responsável local pelo negócio da Airbnb.  

A Revolut posiciona-se como uma alternativa aos serviços de banca tradicional, com um conjunto de serviços acessíveis através de uma aplicação para telemóvel. Um dos ingredientes de sucesso na história da empresa está em disponibilizar a possibilidade de fazer transferências internacionais entre moedas distintas com encargos mínimos, face aos cobrados pelos serviços tradicionais. 


Publicado em:

Startups

Partilhe nas Redes Sociais

Artigos Relacionados