Partilhe nas Redes Sociais

Samsung já não fabrica Galaxy Note 7

Publicado em 11 Outubro 2016 | 1201 Visualizações

A Samsung demorou a encontrar uma solução definitiva para as queixas de explosão de várias unidades de um dos seus topos de gama, mas acabou por optar pela solução mais drástica. Deixou de fabricar o modelo.

O phablet foi lançado em agosto e poucas semanas depois surgiram os primeiros relatos de problemas com a bateria do aparelho. Os relatos de explosões foram-se acumulando e a fabricante sul-coreana acabou por avançar com uma campanha global de recolhas e com a suspensão temporária das vendas em setembro, numa altura em que se estimava já ter comercializado mais de 2,5 milhões de unidades do modelo em todo o mundo.

As vendas foram retomadas algumas semanas depois e as novas unidades entregues aos clientes, mas o problema não ficou resolvido. Entre os novos dispositivos foram identificados equipamentos defeituosos, com baterias que voltaram a explodir e a Samsung foi obrigada a tomar uma nova posição pública sobre o assunto.

A empresa acabou por pedir aos utilizadores para desligarem o Note 7 e aos parceiros para suspenderem as vendas e anunciou que tinha abrandado a produção do modelo para dedicar mais tempo à investigação do problema. Por esta altura já vários operadores tinham optado por deixar de comercializar o modelo. Esta terça-feira, 11 de outubro, anunciou que a produção do Note 7 está definitivamente interrompida e a indicação para os parceiros é de que não retomem as vendas.

 


Publicado em:

Mobilidade

Partilhe nas Redes Sociais

Artigos Relacionados