Partilhe nas Redes Sociais

Santander Consumer “dá” tu-do na transformação digital

Publicado em 4 Agosto 2020 por Ntech.news- Luísa Dâmaso | 691 Visualizações

Chama-se tu-do e é o novo Portal de Financiamento do Banco Santander Consumer Portugal que está disponível para os concessionários de automóveis novos e usados. Com esta nova plataforma, os parceiros passam a poder realizar financiamentos, sem recurso a papel, em poucos minutos, um processo que até agora poderia demorar horas ou mesmo dias até estar finalizado. Miguel Ribeiro, chief sales officer do Banco, explica que o nome tu-do foi escolhido porque o portal pretende ser «em tudo, fácil, digital, rápido e seguro, não só para os parceiros como para os clientes finais. É uma ferramenta que está perfeitamente adaptada à nova realidade processual, pois está ligada a vários organismos públicos, sendo possível preencher e validar a informação no momento».

Simplicidade e rapidez

Os dados do cliente podem ser automaticamente preenchidos através da Chave Móvel Digital ou da leitura do Cartão de Cidadão, toda a documentação legal é-lhe enviada no imediato por email e os consentimento e assinatura do contrato podem ser concretizados digitalmente, através de um token enviado por SMS. O processo de venda, pelos concessionários automóvel, torna-se assim mais simples e mais rápido e os clientes poderão ter o seu financiamento aprovado em poucos minutos.

Alicerces tecnológicos

Para a construção deste novo portal, o Santander Consumer contou a colaboração da KPMG, que segundo Alfonso Calpena, head de Tecnologia & Operações do Banco, «desempenhou um trabalho exemplar, muito árduo e de grande esforço». No projeto foram utilizadas múltiplas tecnologias, com destaque para a da Outsystems, que o responsável diz ter permitido reduzir os tempos de desenvolvimento. «A nossa nova plataforma é API nativa. Comunicamos e trocamos informações através de APIs bem definidas, recorrendo ao uso dos mais recentes padrões existentes. Isto permite-nos realizar novas integrações em muito pouco tempo», destaca o responsável.

Segurança e inovação

Ao Ntech.news, Alfonso Calpena explica que a preocupação com a segurança e com os dados dos clientes foi como sempre é em todos os projetos «fulcral». Para isso, o head de Tecnologia & Operações do Banco admite que recorrem ao uso de várias tecnologias e formas de trabalho para melhorar a segurança dos produtos e serviços. «À medida que as ameaças são cada vez maiores a cada dia que passa, a nossa segurança é melhorada constantemente e contamos com os nossos serviços centrais para estar ao mesmo nível que as restantes unidades localizadas por todo o mundo”, esclarece o responsável.

O portal tudo faz parte do projeto de transformação digital NextFuture do Banco Santander Consumer Portugal, um investimento concertado e alinhado com o caminho que o Banco quer seguir, para poder ter um rápido retorno do investimento realizado e dinamizar o negócio dos parceiros, trazendo-lhes mais negócios e uma maior satisfação aos clientes. «Um dos pilares da transformação realizada é a digitalização e a automatização dos processos internos e de apoio ao cliente. Foram revistos todos os processos operacionais para maximizar a automatização, melhorar a satisfação dos nossos clientes e reduzir os custos operacionais”, sublinha Alfonso Calpena.

Nos próximos meses deverão ser anunciados novos desenvolvimentos e funcionalidades do portal. Para já, Calpena garante que a base para a inovação está criada: «Já dispomos de uma nova plataforma robusta e moderna sobre a qual vamos continuar a investir e a adicionar novos produtos e serviços para os nossos sócios e clientes.»

O que dizem os parceiros piloto?

«Tudo mudou. Aquilo que era um processo muito burocrático deixou de existir e hoje temos equipas mais ágeis e o próprio cliente sente muito mais segurança com a transmissão dos dados via digital. Em 20 minutos conseguimos agilizar a venda de um automóvel, algo que antes era impensável. O Santander Consumer dá um passo gigantesco no negócio automóvel com esta ferramenta».

André Figueiredo, administrador do Grupo Automóveis do Mondego

«A plataforma tu-do permitiu que o processo se tornasse muito mais simples, desde a partilha da documentação, à resposta (se o crédito é aprovado ou não), à validação de documentos, até à entrega da viatura, o que também permite uma maior fidelização do cliente».

Filipe Forra, Responsável da Global Thrust

Publicado em:

Atualidade

Partilhe nas Redes Sociais

Artigos Relacionados