Partilhe nas Redes Sociais

Segurança, eficiência e digitalização entre as tendências para 2023

Publicado em 28 Dezembro 2022 | 325 Visualizações

À saída de um ano marcado pela escassez de talento nas áreas tecnológicas e pelas crescentes ameaças à cibersegurança das empresas, a Opensoft alinhou as cinco principais tendências que identifica para 2023, onde se destacam os serviços à distância, a segurança, a transformação digital, eficiência dos sistemas de informação e a sustentabilidade.  

Mais em detalhe, a Opensoft recorda que com o remoto a entrar no quotidiano para ficar, em 2023 as novas soluções tecnológicas a chegar ao mercado vão cada vez mais procurar dar respostas à distância, eficientes e seguras, que resolvam necessidades essenciais do dia-a-dia, como o atendimento público. 

Na área da segurança, sublinha-se a importância das melhores políticas de desenvolvimento aplicacional, assentes em metodologias ágeis e políticas de desenvolvimento seguro, como fundamentais para mitigar os ciberataques que continuarão a acontecer. 

Concretizar iniciativas de transformação digital continuará também a ser uma prioridade das organizações, depois da urgência na adaptação e criação de alternativas aos modelos de operação existentes, imposto pela pandemia. Em 2023 será tempo de investir para consolidar as iniciativas de transformação digital iniciadas nessa altura, com a Inteligência Artificial e os sistemas que tiram o melhor partido dos dados gerados pelas organizações, a alavancar novos níveis de transformação.

Para manterem os seus negócios operacionais em 2023 e garantir eficiência, as equipas de tecnologia, operações e vendas devem focar-se nos sistemas de informação. «Neste sentido, será diferenciador as empresas reavaliarem as áreas mais críticas dos seus sistemas de informação e desenvolverem planos de geração de soluções novas, adaptadas à realidade emergente», defende a Opensoft.

Por fim, a tecnológica portuguesa destaca o tema da sustentabilidade, lembrando que a  tecnologia será cada vez mais usada para resolver problemas e preocupações de âmbito ambiental. Nesta área espera-se que as empresas olhem cada vez mais não apenas para dentro, mas também para os clientes, em busca de uma otimização de toda a cadeia de valor.  


Publicado em:

Atualidade

Partilhe nas Redes Sociais

Artigos Relacionados