Partilhe nas Redes Sociais

PUB

Setor energético espera que a IA acelere a sua transformação digital

Publicado em 12 Agosto 2019 por Luísa Dâmaso | 239 Visualizações

A Schneider Electric e a Microsoft querem acelerar a transformação digital do setor energético e auxiliar as startups europeias a desenvolverem mais e melhor a inclusão da inteligência artificial nos processos.

Um ano após o seu lançamento, do AI for Green Energy Incubation Lab, a incubadora conjunta da Schneider Electric e da Microsoft desafia as startups que queiram acelerar a transformação digital do setor na Europa.

A iniciativa está integrada em dois projetos maiores que foram recentemente lançados pelo Grupo, nomeadamente o Schneider Electric Ventures, lançado no final do ano passado, para identificar, cultivar e apoiar inovações que terão grande contributo para a sustentabilidade e eficiência energética do futuro; e o Schneider Electric Exchange, um novo ecossistema digital lançado em abril, que une especialistas e inovadores de todo o setor, empresas de software e startups, para resolver os desafios de sustentabilidade e eficiência do negócio.

Ao convidar as startups para apresentar propostas para transformar o setor da Energia na Europa, atrvés da IA, o AI for Green Energy Incubation Lab propõe transmitir a estas empresas a experiência técnica e de negócios da Microsoft e da Schneider Electric durante um período de aceleração com a duração de três meses.

As candidaturas estão abertas até 31 de agosto de 2019, devendo as startups ter desenvolvido uma solução Green Energy, com base em tecnologia de inteligência artificial, para empresas e organizações, bem como já ter angariado fundos.

As startups selecionadas vão ser reveladas no Innovation Summit da Schneider Electric, que se realiza a 2 e 3 de outubro de 2019 em Barcelona. As startups interessadas podem submeter aqui a sua candidatura.

O laboratório Inria e as empresas Elaia, Energize Venture e France Digitale também integram este programa e vão estar envolvidas em todas as suas diferentes fases (análise das startups, processo de seleção, coaching, etc.). 


Publicado em:

Startups

Partilhe nas Redes Sociais

Artigos Relacionados